Menu
Busca sexta, 28 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
MATO GROSSO DO SUL

Ambiental aplica quase R$ 2 milhões em multas por incêndios

12 setembro 2019 - 16h50Por Da Redação

Neste ano, foram 17 autuados entre pessoas jurídicas e físicas, sendo aplicado um total de R$ 1.834.794,65 em multas, em área incendiada de 1.508 hectares em 11 municípios diferentes. Das 17 autuações, cinco foram em perímetro urbano. Os dados são da PMA (Polícia Militar Ambiental).

Das áreas queimadas, 1.085 hectares foram em canaviais, 290 hectares em pastagem, 63 hectares em área de vegetação protegida de preservação permanente (APP) e 60 hectares em vegetação nativa comum.

Os trabalhos executados pela PMA estão sendo criteriosos no sentido de punir os verdadeiros culpados pelos incêndios, haja vista que muitos proprietários rurais têm suas fazendas invadidas por incêndios, advindos, ou de margem de estradas, muitas vezes colocados por usuários, ou devido a alguém que quer executar uma limpeza ilegalmente e provoca o incêndio.

De fato, a maioria das pessoas é vítima dessa atitude inconsequente, inclusive, no perímetro urbano, quando se queimam vegetações em terrenos para limpeza, ou simplesmente, por falta de escrúpulos, e colocam em risco as residências, comércio (patrimônio), bem como a saúde e a vida dos vizinhos.

Para se ter ideia do critério utilizado para a punição, desde o dia 9, equipes realizam levantamentos em uma área queimada de 1.181 hectares entre área agropastoril e vegetação nativa, no sentido de localizar o possível culpado e autuá-lo.

ALERTA

Provocar incêndio em mata ou floresta pode gerar prisão em flagrante. A pessoa poderá sair sob fiança para responder ao processo em liberdade. A pena prevista é de dois a quatro anos de reclusão. Além disso, a pessoa poderá ser autuada administrativamente e multada entre 1.000,00 por hectare ou fração em área agropastoril, ou vegetação não protegida por Lei, e R$ 5.000,00 por hectare em vegetação protegida.

Tanto no perímetro rural como urbano, o infrator também poderá responder por crime de poluição, com pena prevista de um a quatro anos de reclusão, bem como ser multado administrativamente e receber multa de R$ 5.000,00 a R$ 50.000.000,00. Em todos os casos, os infratores poderão sofrer ação civil para reparação dos danos ambientais

Deixe seu Comentário

Leia Também

6 DE MARÇO
Ação alusiva ao Dia Internacional da Mulher terá homenagens e palestras
SÁUDE & BEM - ESTAR
Você sabe o que é a Atenção Primária a Saúde?
MINISTÉRIO DA SAÚDE
Coronavírus: governo tenta evitar escassez de equipamento de segurança
FÁTIMA DO SUL
Vigilante condenado em São Paulo por estupro acaba preso em MS
Agronegócio
Em MS, colheita da soja tem atraso de 36% e plantio do milho de 27%
VAGAS EM DOURADOS
Edital abre oportunidades com bolsas no valor de R$ 4 mil
CAMPO GRANDE
Homem morre no hospital três dias após ser esfaqueado
MATO GROSSO DO SUL
PGE divulga programação das etapas do Acordo Direto em precatórios
JUSTIÇA
Cabeleireira condenada por matar manicure tem pena mínima negada
TRÊS LAGOAS
Homem é autuado por maus-tratos após deixar matar pássaros de fome

Mais Lidas

MEIO AMBIENTE
Proprietário de rancho é autuado por pescar em rio durante a piracema
PARQUE DO LAGO
Ladrões usam carro para estourar porta de mercado e fogem com cofre; veja vídeo
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira
DOURADOS
Dupla dispara, mata jovem e deixa outro ferido no Jardim Independência