Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
NOTIFICAÇÕES

Agehab notifica beneficiários por inadimplência e publica prazo de 10 dias para regularização

16 setembro 2019 - 12h35Por Da Redação

A Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab) notificou beneficiários dos municípios de Camapuã, Corguinho, Ladário, Miranda e Rio Verde de Mato Grosso por inadimplência.

A não regularização da situação no prazo estabelecido possibilitará a Agehab o ajuizamento de ação judicial. O edital de notificação está disponível no Diário Oficial do Estado (DOE) de hoje (16.09).

Os beneficiários fazem parte dos Conjuntos Habitacionais Vila Lagoa I, em Camapuã; Novo Habitar, em Corguinho; Almirante Tamandaré, em Ladário; Baiazinha I, em Miranda e Santa Teresinha I em Rio Verde de Mato Grosso.

Os moradores deverão entrar em contato com o departamento de habitação do município em que o imóvel se encontra ou entrar em contato com a Agehab pelos telefones (67) 3348-3120/3144/3151, das 7h30 às 16h30 ou comparecer pessoalmente à Rua Soldado PM Reinaldo de Andrade, n° 108 – Bairro Tiradentes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MAIS DE 30KG
Maconha que seria entregue no Paraná é apreendido em Caarapó
LOTERIA
Veja os números sorteados na Mega-Sena; prêmio é de 200 milhões
CAPITAL
Polícia investiga estupro de mulher em terreno baldio
ECONOMIA
Reabertura dos EUA para carne brasileira é oportunidade para MS
PONTA PORÃ
Homem é executado com tiros de metralhadora na fronteira
PAGAMENTO
Salários de servidores estaduais serão pagos no próximo sábado
IMUNIZAÇÃO
Vacinação contra a gripe é antecipada por causa do coronavírus
REGIÃO
Traficante que consumia drogas na presença do filho de 2 anos é preso
FUTEBOL
CBF divulga tabela do Brasileirão; campeão Fla estreia contra o Galo
CAGED
Dados de emprego em janeiro só serão divulgados em março

Mais Lidas

MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira