Menu
Busca domingo, 09 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
ARTIGO

A inocência infanto-juvenil sob pesado ataque

08 novembro 2017 - 19h35Por Vitor Teixeira

Mesmo com policiais atuantes e detenções em números nunca vistos antes no Brasil, a operação Luz na Infância afeta uma parcial extensão do problema, que vai além da descoberta de responsãveis pela pedofilia no universo virtual. A quebra prática das expectativas de a mobilização abranger o país inteiro marca possíveis pontos cegos a que cabe revisão no trabalho conjunto entre órgãos federais e regionais da área de segurança pública. Ademais, a caçada aos pedófilos ocorreu paralelamente a um debate polêmico cujo proveito vai influir na efetividade de esforços repressivos. Conquistando partidários, sob a desculpa do apoio à liberdade de expressão cultural, e críticos, o aumento na exposição de crianças a representações artísticas erotizantes e ofensivas a valores fundamentais à ordem social põe obstáculos ao desestímulo aos abusos em virtude da tendência ao encontro pelos predadores de vítimas mais "fáceis".

O cerco aos que via internet promovem o escarnecimento da integridade sexual e afetiva de tão imaturas vítimas ou a apreciam e sustantam por conseguinte teve cronologicamente situado no último dia 20 o mais longe que sua firmeza foi. Simultaneamente mais de mil policiais civis distribuídos pela esmagadora maioria dos estados brasileiros, exceto Amapá e Piauí, saíram ao encontro de até então supostos mantenedores da indústria da perversidade identificados por meio de informações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e da embaixada dos Estados Unidos. As detenções excederam uma centena por conta da constatada seriedade dos flagrantes, devido à qual os procedimentos foram além da planejada mera apreensão dos dispositivos informáticos usados na prática ou armazenamento dos registros de menores sob degradante tratamento relativo à sexualidade. 

O término daquela situação fora um alívio para os potenciais pedófilos dos estados na prática não abrangidos pela força-tarefa como resultado da impossibilidade de em tempo hábil suas polícias terminarem as investigações. As previsíveis esperanças dos criminosos de que seus inimigos tenham abdicado do jogo por causa da infeliz aposta tem vida útil válida até os guardiães da lei fazerem sua parte para inserir as unidades federativas nesse pacto nacional contra as injúrias sexuais. Quer ainda antes ou logo depois de as providências serem tomadas, conforme o nível de foco necessário aos encarregados sobre o assunto, a estrutura dos sistemas regionais para o sustento da demanda por mão-de-obra, insumos e edifícios importantes no campo da segurança se disponibiliza a seus financiadores governamentais a nível federal como interessante alvo de vistorias vislumbrando atestar os vícios dos quais o combate é a única via para se alcançar patamares de avanços em sintonia com o panorama nacional.

Um adequado controle da incidência de condutas pedofílicas está, porém, longe de ser conseguido simplesmente à base de iniciativas nos sistemas penal e judiciário devido a isso não estar sujeito apenas às influências da dinâmica da gestão estatal desses setores. Aqueles que atentam contra a necessária pureza dos brasileiros pueris ainda têm suas taras susceptíveis a repressões ou estímulos por um concomitante fator: a forma como a família, a mídia e os sistemas pedagógicos introduzem os emergentes cidadãos nos conhecimentos acerca do sexo.

No decurso do relacionamento do povo brasileiro com os princípios morais geradores de fronteiras no gozo dos desejos individuais benèficas à ordem coletiva a segunda metade deste ano adquire notoriedade com a esperta (ainda que tardia) tração ao expansionismo do emprego da arte para moldar em caminho ao avesso do que se liga a sua essência as virtudes indispensáveis para o respeito entre os indivíduos. Quem promoveu ou sistematicamente fornecia amparo a eventos como a mostra "Queermuseu", a performance de nu artístico da qual participava uma criança no Museu de Arte Moderna de São Paulo e outros de impacto restrito às regiões do país onde ocorreram foi enquadrado no amplo sentido da democracia do qual essas mentes lançam mão visando justificar suas iniciativas.

Grupos humanos cujas relações entre os membros de suas estruturas regentes e os regidos têm incondicional base nesse sistema político-social conservam aberto em nichos culturais espaço para a tradução de todas as necessidades e paixões individuais e coletivas em obras. Mas tal permissibilidade só tem êxito garantido tendo efeito sobre cada ideia proporcional à positividade de seu impacto sobre a lida coletiva com os assuntos sobre os quais versam.

A pertinência do proveito por Dona Regina, uma senhora participante do auditório do Encontro com Fátima Bernardes, do direito que teve a opinar naquela discussão sobre o espetáculo no MAM reside na maior acessibilidade perante o público que o chamado para a formação de uma ordem como descrito no parágrafo anterior teve. As um pouco disfarçadas expressões reprovadoras de alguns artistas presentes no palco da empreitada matutina da Globo evidenciaram a verdadeira meta daquele veículo de mídia no relacionamento com os telespectadores de todas as idades, posta a perigo com o rechaço por aquela senhora do irrestrito acesso participativo etário à performance do artista Wagner Schwartz.

A crítica direcionada pela idosa ao evento referenciava os limites básicos para a representação artística das diferenças referentes a sexualidade e gênero do respeito aos quais depende o conforto e a segurança no convívio de cada humano com as disparidades. A origem das polêmicas em torno do específico episódio e, por extensão, das atrações sob apoio do Banco Santander, se relaciona predominantemente com o proposital negligenciamento de barreiras ao ingresso de crianças nos recintos. Influenciadas por tal particularidade foram as atitudes repreensivas da maioria dos entes públicos que interviram na trama. Pouco importa a identificação própria de um certo grupo de brasileiros adultos com o conteúdo, desde que não busquem infiltrar na sociedade as mensagens a um nível pernicioso. O mesmo tipo de resposta caberia a materiais artísticos ou didáticos bastante detalhados sobre assuntos de muito maior relevância coletiva não só em nosso país, como as principais guerras do passado e do presente, cujo andamento não pode ser entendido cognitiva e emocionalmente por cérebros ainda em desenvolvimento.

Posteriormente à rejeição popular em Porto Alegre devido à qual o Santander decidira fechar o "Queermuseu" a despeito da exigência de sua reabertura pelo Ministério Público, que não percebia irregularidades, a mostra teve nova repreensão ao ser condicionada pelo prefeito carioca Marcelo Crivella (PRB) a ocorrer só "no fundo do mar", ao invés do Museu de Arte do Rio (MAR). Nem a nível estadual havia espaço acolhedor, negado por uma moção de repúdio aprovada pela maioria dos deputados da Assembleia Legislativa fluminense. Na esfera federal, na Cãmara dos Deputados, o exibicionismo corporal no museu paulista virou motivo de densa discussão, ganhando defensores e críticos, dentre estes o parlamentar João Rodrigues (PSD-SC), que nesse momento teve uma polêmica de 2015 revelada, sua atitude de acompanhar pornografia durante uma sessão da Casa. Na específica troca de ideias a ausência do envolvimento de menores com a matéria extraoficial que o legislador apreciava naquela ocasião lhe permitia proceder do modo como foi testemunhado, embora lhe coubesse ao menos uma advertência ante seu desvio de interesses para fora das necessidades pelas quais os catarinenses nele votaram e a nação paga o salário do mesmo e dos colegas. 

As ousadas exposições de arte moderna fazem por merecer com o notório repúdio em virtude da parceria que suas mensagens e a premeditada falta de restrição de público forjam com o já desenfreado acesso dos jovens e mesmo crianças, por vezes com o consentimento dos pais ou tutores equivalentes, a músicas e outros produtos culturais de sucesso semeadores de inconsequentes pontos de vista e atitudes sobre temas como a sexualidade. Isso valida o alinhamento a esse contexto da iniciativa da Câmara Municipal de Penápolis, no interior de São Paulo, que consistiu na unânime aprovação de projeto de lei da vereadora Ester Sezalpino Mioto (PSD) contra a exposição de quaisquer materiais pornográficos na rede de ensino municipal e outras instituições e eventos a serem frequentados por menores, restando um reforço na garantia de sua eficácia através da conscientização do público-alvo e de seus tutores a respeito de como enfrentar a problemática. Os gestores municipais de Umari, no Ceará, apresentaram dias depois, no último fim de semana do recém-concluído mês, a necessidade de contato com um exemplo assim após uma festa de Halloween com menores de idade num ambiente sob seu comando receber atenção do Conselho Tutelar de lá e da Polícia Militar da vizinha Icó (uma vez que naquela urbe a corporação não dispõe de equipamentos e efetivo), após ser palco de dança com nudez. 

E em se tratando do zelo para com a liberdade constitucional de professar uma fé sem constrangimento, alguns dos notáveis trabalhos artísticos demonstraram algo mais em seu poder de intensificar o caos nas relações entre os membros comuns (sem papel nas estruturas de poder político e econômico) da sociedade mediante a naturalização de libertinagens não menos perigosa aos indivíduos com orientação sexual e identidade de gênero diferenciadas cuja generalidade é associada a essas iniciativas antidemocráticas, aumentando sua vulnerabilidade a preconceitos que assim se pretende combater. Insultos ao cristianismo também contidos em algumas obras do "Queermuseu" constituíram a segunda causa da hostilidade governamental e cidadã a elas. Todos os responsáveis pelo desfecho da mostra tiveram seus esforços legitimados ainda na explicação pelo autor da imagem de Jesus com vários braços segurando diferentes objetos referentes à sociedade moderna do significado da pintura em entrevista ao Diário Catarinense, mencionando a igreja entre os contribuintes para o surgimento daquelas "porcarias" no Ocidente. Diante do caso da promoção de uma peça teatral que mostrava um Jesus transexual em Salvador os esforços contestadores não atingiram semelhante magnitude, restringindo-se ao que um juiz da 12ª Vara Cível da capital baiana pôde fazer impedindo que o evento dramatúrgico ocorresse no recente dia 27 no Espaço Cultural da Barroquinha, sem impedir, contudo, sua transferência para o Teatro do Goethe-Institut, onde realizou-se numa boa com influência exclusiva de simpatizantes.

Condutas atrozes de adultos contra seres muito mais jovens que eles e, em função disso, menos hábeis para reagirem, no que se encaixa a pedofilia, são mais eficazmente debeláveis quando grande parte do empenho repressivo alveja os fatores estimulantes e que dão segurança às malévolas concupiscências desses elementos humanos. A recente ofensiva de forças policiais brasileiras expôs o quão têm se dedicado a atualizar o modo de trabalho em conformidade com as facetas adicionadas ao tema pelas atuais tecnologias de comunicação, apesar das incompletudes nos avanços que os impediram de obter absoluta abrangência nacional. Porém, em conjunto com a necessidade pelos organismos de contenção criminal de preencherem as brechas em suas estratégias de abordagem da violência sexual infanto-juvenil vem a de terem a colaboração do povo a que servem no que tange à responsabilidade dos indivíduos próximos a crianças e adolescentes na orientação deles a respeito da vida sexual. 

*Estudante

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Motorista é preso por embriaguez e passageiro por quebrar janela de prédio público
POLÍTICA
Comissão se reúne na segunda para discutir e votar parecer sobre unificação das polícias
BANDEIRANTES
Veículo desgovernado invade canteiro de obras e mata trabalhador na BR-163
DOURADOS
Por força judicial, terceira sessão para definir Mesa Diretora da Câmara é cancelada
CONGRESSO
CPI dos Maus-tratos encerra trabalhos com propostas polêmicas
RORAIMA
Intervenção deverá valer a partir de amanhã até 31 de dezembro
Interventor prepara plano de ação a ser apresentado a Temer
CORUMBÁ
Mulher descobre traição e acaba agredida a pauladas pelo marido
SAÚDE
"Revolução sexual” contra impotência faz 20 anos em 2018
Médicos celebram disponibilidade de remédios para tratar disfunção
CAPITAL
Homem tem o carro incendiado após enteado pegar veículo sem autorização
PRESIDENTE ELEITO
Bolsonaro afirma que irá propor mudanças no sistema eleitoral no 1º semestre de 2019

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Idosa é espancada, esfaqueada e vai parar na UTI após assalto em Dourados
DOURADOS
Vereadores voltam a “sumir” e eleição da Mesa da Câmara é adiada mais uma vez
DOURADOS
Presos na Cifra Negra devem ser transferidos ainda hoje à PED e delação não é descartada
DOURADOS
Polícia cumpre todos os mandados de prisão em ação que investiga corrupção na Câmara