Menu
Busca quinta, 09 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Casal que depôs na CPI da desnutrição recebe ameaça de morte

23 março 2005 - 07h16

Um casal que foi ouvido pela CPI que apura as mortes por desnutrição nas aldeias de Dourados teria recebido ameaça de morte e teve que ser retirado da Reserva Indígena. O fato ainda está sendo mantido em sigilo, mas ontem assessores da CPI e um advogado estiveram na Polícia Federal para tentar proteção ao casal e não conseguiu. De acordo com o que foi apurado pela reportagem do Dourados News, as ameaças teriam sido feitas em nome de um líder indígena. Assustado os dois índios procuraram assessores da deputada Bela Barros, relatora da CPI na Assembléia Legislativa. Como não encontraram respaldo na Polícia Federal, os assessores resolveram tirar o casal de Dourados. O caso deverá ser tratado hoje em Campo Grande durante as audiências da Comissão Externa da Câmara dos Deputados. (Antonio Coca)

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Operação fecha ‘boca de fumo’ com cinco ‘funcionários’ em Juti
BALANÇO
Em 3 meses, AGU cobra R$ 37 mi de autores de irregularidades em autarquias
CORONAVÍRUS
Universidades públicas em Dourados concentram ações na contenção da pandemia
CORUMBÁ
Polícia captura foragido do sistema prisional durante abordagem
ECONOMIA
Auxílio emergencial foi pago hoje para 2,5 milhões de pessoas
COVID-19
Pessoas com idade entre 30 e 39 anos são as que mais contraíram coronavírus em MS
TRÁFICO
Falso casal é preso com maconha que seria entregue em Dourados
DOURADOS
Polícia Penal flagra drogas e celulares na PED
BRASIL
Registro para vender produtos de cannabis pode ser pedido online
DOURADOS
Paciente confirmado com Covid-19 hoje já estava isolado e terminou quarentena

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher tenta desviar de buraco, é atropelada por carreta e morre
DOURADOS
Assassinos de homem no Parque das Nações roubaram celular de testemunha
DOURADOS
Na volta ao atendimento, populares formam filas longas em frente a agências bancárias
DOURADOS
Mulher morta em acidente cursava pedagogia e terá corpo levado a Naviraí