Menu
Busca quarta, 22 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Candidato do PV vai recorrer da decisão do TRE

10 agosto 2006 - 08h12

O candidato a governo do Mato Grosso do Sul pelo Partido Verde (PV), Tito Lívio Canton, disse que irá consultar advogado do partido e recorrer da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que indeferiu o registro dele. O registro da Tito Lívio foi indeferido por ausência de candidato a vice-governador na chapa. Ele tem 3 dias, a partir da publicação da decisão, para recorrer.Ele afirmou que o nome do advogado Luiz Antônio Franco foi protocolado na terça-feira, dia 08, no TRE como candidato ao cargo de vice. Para ele, o resultado do julgamento no TRE se deve a um problema na tramitação da papelada dentro do próprio tribunal. “O nome foi protocolado. A papelada estava pronta desde a semana passada e foi dada a entrada”, disse. Tito Lívio afirmou que continua trabalhando na eleição. “Estou tranqüilo. Continuo candidato até 1º de outubro”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO
Nigeriano é preso em ônibus após engolir 45 cápsulas de cocaína
DOURADOS
Guarda Municipal prende autor de homicídio na Vila Rosa
RECORDE
Produção de petróleo do Brasil atinge 1 bilhão de barris pela 1ª vez
MIRANDA
Motoristas são presos na BR-262 com carretas roubadas em São Paulo
PRAZO
Últimos dias para pequenos negócios quitarem dívidas com o Simples
CAMPO GRANDE
Jordaniano é encontrado com chave de fenda cravada ao peito em hotel
SAÚDE
Anvisa decide simplificar acesso a medicamentos de canabidiol
ESPORTES
Com vistorias concluídas, abertura do Morenão será decidida até sexta
POLÍCIA
Policial militar e colega são presos com eletrônicos contrabandeados
DOURADOS
Prefeitura promove mutirão de limpeza e serviços no Jardim Canaã 3

Mais Lidas

UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
EMPREGO
Empresa abre 136 vagas para classificadores de grãos em Dourados e região
POLÍCIA
Mulheres são presas com malas ‘recheadas’ de maconha no Jardim Santo André
POLÍCIA
Participante de fuga em massa no Paraguai é recapturado em MS