Menu
Busca sábado, 20 de abril de 2019
(67) 9860-3221
PREMIAÇÃO

Campanha para a Abolição das Armas Nucleares ganha Nobel da Paz 2017

06 outubro 2017 - 06h24Por G 1

A Campanha Internacional para a Abolição das Armas Nucleares (ICAN, pelas suas siglas em inglês) ganhou o Prêmio Nobel da Paz 2017. O anúncio da premiação foi feito na manhã desta sexta-feira, dia 06 de outubro, em Oslo, na Noruega.

A organização foi premiada por seu trabalho para chamar a atenção para as consequências humanitárias catastróficas do uso de armas nucleares e pelos seus esforços inovadores para conseguir uma proibição da utilização dessas armas.

De acordo com o comitê, o prêmio acontece em um momento em que vários países estão modernizando os seus arsenais, como a Coreia do Norte. “As armas nucleares representam uma ameaça constante para a humanidade e para toda a vida na Terra”, afirma.

Veja os vencedores de 2017:

Literatura: escritor Kazuo Ishiguro, de 62 anos.

Química: trio Jacques Dubochet (suíço) Joachim Frank (alemão) e Richard Henderson (escocês) por uma série de melhorias que revolucionaram a observação de biomoléculas.

Física: Rainer Weiss, alemão naturalizado americano e Barry Barish e Kip S.Thorne, cientistas nascidos nos Estados Unidos, ganharam o prêmio pela observação de ondas gravitacionais previstas por Albert Einstein há mais de 100 anos.

Medicina: os norte-americanos Jeffrey C. Hall, Michael Rosbash e Michael W. Young levaram o prêmio por suas descobertas no ritmo circadiano, o relógio biológico interno dos seres vivos.

O prêmio de Economia será anunciado na segunda-feira (9).


Últimos ganhadores do Nobel da Paz

2016: Juan Manuel Santos, presidente da Colômbia, conquistou o prêmio pelo esforço de pacificação do país. Nesse ano, o governo conseguiu fechar um acordo de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) após uma guerra civil que já dura mais de 50 anos.

2015: Quarteto de Diálogo Nacional da Tunísia ganhou o prêmio por sua decisiva contribuição para a construção de uma democracia pluralista no país durante a revolução de 2011.

2014: os vencedores foram o indiano Kailash Satyarthi e a paquistanesa Malala Yousafzay, "pela sua luta contra a supressão das crianças e jovens e pelo direito de todos à educação". A estudante do Paquistão se tornou a mais jovem ganhadora do prêmio.

2013: Organização para a Proibição das Armas Químicas, entidade que supervisiona destruição do arsenal químico na Síria em guerra.

2012: União Europeia (UE) ganhou por ter contribuído para pacificar um continente devastado por duas guerras mundiais.

2011: Ellen Johnson Sirleaf, Leymah Gbowee (Libéria) e Tawakkol Karman (Iêmen), por sua luta não violenta em favor da segurança das mulheres e seus direitos a participar dos processos de paz.

2010: Liu Xiaobo (China), dissidente detido, "por seus esforços duradouros e não violentos em favor dos Direitos Humanos na China".

2009: O então presidente americano Barack Obama foi premiado "por seus esforços extraordinários com o objetivo de reforçar a diplomacia internacional e a cooperação entre os povos".

2008: Martti Ahtisaari (Finlândia) foi premiado por suas numerosas mediações de paz em todo o mundo.

2007: Al Gore (Estados Unidos) e o Painel Intergovernamental sobre as Mudanças Climáticas (IPCC) da ONU ganharam o prêmio por seus esforços para aumentar o conhecimento sobre as mudanças climáticas.

2006: O prêmio foi para Muhammad Yunus (Bangladesh) e seu banco especializado no microcrédito, o Grameen Bank, porque "uma paz duradoura não pode ser obtida sem que uma parte importante da população encontre a maneira de sair da pobreza".

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Alessandra Negrini posta foto completamente nua e deixa público impactado
CAMPO GRANDE
Família procura adolescente que desapareceu há quatro dias
AMAMBAI
Após sair de festa, jovem é assassinado a golpes de facão
FUTEBOL
Cruzeiro empata com pênalti marcado pelo VAR e conquista o título mineiro
JUDICIÁRIO
Supremo avalia mudar regimento para aumentar julgamentos virtuais
PONTA PORÃ
Homem é encontrado com as mãos decepadas na região de fronteira
CONCURSO
Aeronáutica abre inscrições para 180 vagas de cadetes do ar
CAPITAL
Responsável por casa de show é preso por vender bebidas a menores
EDUCAÇÃO
MEC prepara material para explicar nova política de alfabetização
MS-156
Dois homens são presos transportando 154 quilos de Maconha

Mais Lidas

DOURADOS
Guarda faz batida em festa regada a álcool e narguilé e encontra menores bêbados
DOURADOS
Homem é preso tentando se esconder sob balcão de loja em que furtava
CAMPO GRANDE
Mulher é encontrada pendurada em árvore ao lado de carro
DOURADOS
Indígena morre atropelada na MS-156