Menu
Busca domingo, 21 de julho de 2019
(67) 9860-3221
POLÍTICA

Câmara vota redução da maioridade penal até o fim do mês, diz Cunha

01 junho 2015 - 17h30

Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), reafirmou hoje (1°) que pretende votar em plenário, até o fim deste mês, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos. A expectativa de Cunha é que a comissão especial que analisa o texto finalize o trabalho na semana do dia 10 de junho.

“Votando o relatório na comissão, vou levar ao plenário imediatamente”, disse Cunha. Ontem (31), o presidente da Câmara já havia postado em seu Twitter que tem a intenção de votar a PEC ainda este mês e, também, que vai sugerir ao relator que seja feito um referendo sobre a redução da maioridade penal para promover um “grande” debate sobre o tema.

Sobre o referendo, ele disse hoje que considera apropriado fazê-lo junto com as eleições de 2016, para poupar gastos. Na avaliação de Cunha, se um jovem pode eleger presidente da República, ele também pode ser responsabilizado por suas atitudes. "Não discuto se é a idade correta ou não, discuto isonomia, direitos e obrigações."

Hoje, o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva, reforçou a posição do governo, contrária à redução da maioridade penal. Edinho disse que cabe a Eduardo Cunha criar a agenda de debates do Legislativo, mas reiterou que o governo não acredita que a redução da maioridade penal vá reduzir a criminalidade no Brasil.

“Nesse sentido, o governo respeita o Poder Legislativo, mas todos sabem que o governo, a presidenta Dilma, tem uma outra posição”, disse o ministro.

Em relação à posição do governo sobre o tema, Eduardo Cunha disse que “isso não é pauta do governo, é pauta da sociedade”.

Em abril, a presidenta Dilma Rousseff se manifestou contra a redução da maioridade penal e defendeu mudanças na lei brasileira para ampliar as penas para adultos que aliciam adolescentes para o crime.

Desde o início de abril, uma comissão especial da Câmara dos Deputados debate o mérito das propostas de emenda à Constituição que propõem a redução da maioridade penal. A comissão terá até 40 sessões para debater o assunto e produzir um relatório, que será votado pelo colegiado e, posteriormente, pelo plenário da Câmara, em dois turnos de votação.

Se aprovada pelos deputados, a proposta será encaminhada ao Senado para apreciação. Para aprovação de uma PEC, são necessários os votos de pelos menos 308 deputados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU!
Sereia! Ex-BBB Carol Peixinho faz foto embaixo d'água e ganha elogios
PARANAÍBA
Caminhão bate frontalmente com motocicleta e rapaz morre em rodovia
MEIO AMBIENTE
Fazendeiro é multado em R$ 5,5 mil por exploração ilegal de madeira
DOURADOS
Garantidos recursos para 1ª etapa do Hospital da Mulher e da Criança
RIBAS DO RIO PARDO
Avô e neta morrem após caminhonete bater de frente em carreta
CONCURSO
Ao menos 12 órgãos abrem inscrições para preencher quase 800 vagas
AMAMBAI
Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão
FESTA
Arraiá Universitário da UFGD será realizado nos dias 02 e 03 de agosto
GENERAL OSÓRIO
Mulher de 57 anos é assaltada quando trafegava de bicicleta
PRAZO
Inscrição para professores fiscalizar provas do Enem termina amanhã

Mais Lidas

TRÂNSITO
Mulher morre após acidente entre carro e moto
DOURADOS
Guarda flagra rapaz empurrando moto e descobre que veículo era furtado
LAGUNA CARAPÃ
Homem chega alterado em casa, bate na mãe e é preso
CLONE
Veículo roubado no Brasil é recuperado com deputado paraguaio