Menu
Busca quarta, 20 de março de 2019
(67) 9860-3221

Câmara pode arquivar processo contra Hora

02 dezembro 2003 - 08h08

O vereador Walter Hora do PPS aguarda com grande expectativa a sessão da Câmara de Vereadores desta noite. É que será votado o pedido de arquivamento do processo contra ele por ter participado da manifestação onde foram arrancados os tachões colocados na ciclofaixa da rua Cafelândia.
Na tarde de ontem os vereadores Humberto Teixeira Júnior e Carlinhos Cantor, respectivamente relator e presidente da Comissão Processante criada pela Câmara de Dourados que apura  responsabilidades de Walter Hora no episódio, se manifestaram hoje pelo arquivamento da denúncia feita pelo Diretório do PT.
Apenas o vereador Nelso Gabiatti, que também integra a Comissão, ainda não deu o parecer dele, mas a opinião dos demais vereadores deve acompanhar o voto do presidente e relator.
Há possibilidades de ser votada ainda uma advertência a Walter Hora pela infração cometida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Laura Keller exibe barriga chapada e corpo torneado ao renovar o bronze
PONTA PORÃ
Motorista que dirigia para traficante na fronteira sobrevive a 9 tiros de fuzil
OBRIGAÇÕES
MPT recomenda suspensão de repasses ao Instituto Gerir
POLÍTICA
Reforma dos militares será decidida em reunião nesta quarta-feira
UEMS
Abertas inscrições para Programa de Bolsas para Jovens Professores
NOVA ALVORADA
Polícia prende dois homens com veículo roubado na rodovia MS-145
INTERNACIONAL
Bolsonaro diz que retorna com “a sensação de missão cumprida”
COSTA RICA
Juiz decreta preventiva de acusado de matar a mulher com machadinha
DOF
Operação prende sete integrantes de facção ligados ao tráfico de drogas
STJ
Puccinelli responderá acusações da Papiros de Lama em liberdade

Mais Lidas

FRONTEIRA
Homem é executado enquanto tomava tereré na frente de açougue
FRONTEIRA
Motorista que teria ligação com Pavão é executado a tiros e outro fica gravemente ferido
DOURADOS
Pai e madrasta de criança morta por agressão vão a júri popular
FARRA
Polícia é acionada após grupo fazer festa em motel e tentar sair sem pagar