Menu
Busca quinta, 04 de junho de 2020
(67) 99659-5905

Câmara "convida" Périus para esclarecer denúncias contra Piantoni

09 agosto 2002 - 17h16

O ex-secretário de Desenvolvimento Sustentável de Ponta Porã, Valdir Périus, exonerado do cargo no mês passado e que fez declarações acusando o prefeito Vagner Piantoni de estar enriquecendo ilicitamente, além de administrar com improbidade o município, poderá ser chamado para prestar depoimento na Câmara Municipal.
O pedido para que o ex-secretário compareça na Câmara foi formalizado pelos vereadores Otaviano Cardoso, PMDB, Denize Oliveira, PT e Dulce Manosso, PSDB. Os três justificam a solicitação feita através de uma indicação à mesa diretora, afirmando que “o ex-secretário fez declarações de grande impacto e muito sérias, gravíssimas, até, porém não se observou qualquer desdobramento, seja em relação a maiores esclarecimentos, seja por apresentação de provas, ou qualquer outra iniciativa”.
Dulce Manosso disse que a população está cobrando uma atitude dos vereadores porque as denúncias que Valdir prometeu que iria fazer no Ministério Público, e não o fez, são “consideradas da mais alta gravidade”. Segundo ela, “Valdir Périus disse pela imprensa que tinha provas de que o prefeito Vagner Piantoni está enriquecendo ilicitamente, através de licitações fraudulentas. Com o dinheiro que teria sido desviado dos cofres públicos municipais, o prefeito teria comprado uma mansão e outros bens caros como um barco. A população ficou estarrecida com as declarações e exige uma explicação. Como o ex-secretário até agora não formalizou as denúncias, temos o dever de chamá-lo para dar explicações. Se ele vai manter ou não o teor das suas declarações divulgadas pela imprensa”, frisou Dulce Manosso.
Os vereadores afirmam que apresentaram o pedido à Mesa Diretora da Câmara baseados na Lei Orgânica do Município que estabelece a convocação extraordinária do Poder Legislativo para tratar de assuntos específicos. Eles se basearam no Artigo 28 da Lei Orgânica do Município.
Otaviano Cardoso tem uma posição firme no sentido de que as declarações de Périus sejam esclarecidas o mais rapidamente possível. “Não pode ficar o dito pelo não dito. As declarações foram pesadas demais”, afirmou o vereador peemedebista. “Se ele mentiu ou não, acusando o prefeito, temos o direito de saber e o dever de tentar esclarecer o caso”, salientou.
Valdir Périus afirmou no mês passado, logo após deixar o cargo de secretário municipal, que iria formalizar as denúncias contra o prefeito. Mas não procurou o Ministério Público, conforme prometeu. Por causa disso surgiram diversos comentários na cidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Aprovado projeto que obriga fisioterapeuta em CTI em tempo integral
DOF
Veículo furtado em São Paulo é recuperado na região de Maracaju
COVID-19
Senado Federal aprova uso obrigatório de máscaras em todo país
MEIO AMBIENTE
Homem é multado em R$ 5 mil por invadir terreno e fazer terraplanagem
CAPITAL
Não entrega de produto comprado pela internet gera indenização
CORUMBÁ
Polícia prende suspeito de participar do assassinato de professor de 27 anos
ESPERANÇA
Vacina brasileira contra a Covid-19 entra em fase de testes em animais
TRÊS LAGOAS
Homem leva sobrinho-neto de quatro anos a terreno baldio e o estupra
JUSTIÇA
Atacadista deve indenizar por danos ocorridos em carro de cliente
MS
Mulheres dedicam quase o dobro de tempo a mais que os homens nos afazeres domésticos

Mais Lidas

EPICENTRO
Casos de coronavírus "explodem" e Dourados registra recorde de confirmações
PANDEMIA
Novo epicentro, Dourados é a cidade com mais casos de coronavírus em MS
PANDEMIA
Comitê aponta surtos de coronavírus em dois pontos de Dourados
TRÁFICO DE DROGAS
Casal é preso após entreposto da droga ser fechado em Dourados