Menu
Busca quarta, 23 de outubro de 2019
(67) 9860-3221

Câmara "convida" Périus para esclarecer denúncias contra Piantoni

09 agosto 2002 - 17h16

O ex-secretário de Desenvolvimento Sustentável de Ponta Porã, Valdir Périus, exonerado do cargo no mês passado e que fez declarações acusando o prefeito Vagner Piantoni de estar enriquecendo ilicitamente, além de administrar com improbidade o município, poderá ser chamado para prestar depoimento na Câmara Municipal.
O pedido para que o ex-secretário compareça na Câmara foi formalizado pelos vereadores Otaviano Cardoso, PMDB, Denize Oliveira, PT e Dulce Manosso, PSDB. Os três justificam a solicitação feita através de uma indicação à mesa diretora, afirmando que “o ex-secretário fez declarações de grande impacto e muito sérias, gravíssimas, até, porém não se observou qualquer desdobramento, seja em relação a maiores esclarecimentos, seja por apresentação de provas, ou qualquer outra iniciativa”.
Dulce Manosso disse que a população está cobrando uma atitude dos vereadores porque as denúncias que Valdir prometeu que iria fazer no Ministério Público, e não o fez, são “consideradas da mais alta gravidade”. Segundo ela, “Valdir Périus disse pela imprensa que tinha provas de que o prefeito Vagner Piantoni está enriquecendo ilicitamente, através de licitações fraudulentas. Com o dinheiro que teria sido desviado dos cofres públicos municipais, o prefeito teria comprado uma mansão e outros bens caros como um barco. A população ficou estarrecida com as declarações e exige uma explicação. Como o ex-secretário até agora não formalizou as denúncias, temos o dever de chamá-lo para dar explicações. Se ele vai manter ou não o teor das suas declarações divulgadas pela imprensa”, frisou Dulce Manosso.
Os vereadores afirmam que apresentaram o pedido à Mesa Diretora da Câmara baseados na Lei Orgânica do Município que estabelece a convocação extraordinária do Poder Legislativo para tratar de assuntos específicos. Eles se basearam no Artigo 28 da Lei Orgânica do Município.
Otaviano Cardoso tem uma posição firme no sentido de que as declarações de Périus sejam esclarecidas o mais rapidamente possível. “Não pode ficar o dito pelo não dito. As declarações foram pesadas demais”, afirmou o vereador peemedebista. “Se ele mentiu ou não, acusando o prefeito, temos o direito de saber e o dever de tentar esclarecer o caso”, salientou.
Valdir Périus afirmou no mês passado, logo após deixar o cargo de secretário municipal, que iria formalizar as denúncias contra o prefeito. Mas não procurou o Ministério Público, conforme prometeu. Por causa disso surgiram diversos comentários na cidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Doação
Hemocentro de Dourados terá atendimento neste sábado
ESTUDO RODOVIAS
Falta de concorrência prejudica qualidade do asfalto no país, diz CNT
PESCA IRREGULAR
Três são multados por pesca predatória e têm barcos e petrechos apreendidos
ELEIÇÕES 2020
Cadastramento biométrico termina na sexta em Itaporã
CÂMARA DE DOURADOS
Funcionários da Funsaud relatam experiências e pedem mudanças
Municípios
Na Grande Dourados, prefeitura paga salário quase igual ao do governador
FUTEBOL AMADOR
Rodada do domingo define terceiros colocados da ‘12ª Copa Saúde Cassems’
SEDHAST
Demandas da assistência social no Centro-Oeste são abordadas em encontro na Capital
ECONOMIA
Pequenos negócios sustentam criação de empregos de setembro em MS
FUTEBOL
Tite convoca jogadores para amistosos de novembro na sexta

Mais Lidas

HAYEL BON FAKER
Homens são presos fazendo sexo em via pública em Dourados
DOURADOS
Três são presos após ‘batida’ em ‘boca de fumo’ no Jardim Pantanal
DOURADOS
“Se não pagar vocês não vão dormir, não vão ter paz”, ameaçou professora indígena presa por extorsão
TRÁFICO
Economista e corretor são presos com mais de 30kg de cocaína