Menu
Busca terça, 11 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Caixa Economica anuncia baixa de juros Para empresas

18 dezembro 2003 - 10h15

Após a última reunião do ano do Copom, que decidiu pela baixa de 1% na taxa Selic (passando para 16,5%), a Caixa Econômica Federal anunciou um novo corte em suas taxas de juros com repasse integral da redução. Dessa vez, terão mudanças os juros de produtos para Pessoa Jurídica (PJ). Fizemos diversas reduções nos últimos seis meses que contemplaram todos os nossos produtos para pessoa física e jurídica. Agora, optamos por baratear ainda mais o crédito para a produção, no sentido de contribuir para a geração de emprego e renda no país , explica o vice-presidente de Finanças da Caixa, Fernando Nogueira da Costa.Desde julho, a Caixa já baixou 13,58 pontos em média na taxa anualizada. No caso de pessoa jurídica, a Caixa já oferecia as taxas mais baixas do mercado na maior parte das suas linhas. Mas a nova redução da Selic permitiu aplicar taxas melhores no Desconto de Cheques, por exemplo, que passou de uma taxa mínima de 2,05% ao mês para 1,98%; ou no Giro Caixa Instantâneo que passou de uma taxa máxima de 2,64% ao mês para 2,57%; ou ainda aplicar uma taxa mínima de 5,64% ao mês no Cheque Especial PJ. Nogueira da Costa diz que o objetivo da CAIXA com esse novo corte é atrair mais empresas como clientes. A carteira de crédito da Caixa é composta de mais de um milhão de empresas, com um saldo total de crédito livre no valor de R$ 1,6 bilhão. Desse total, R$ 1,2 bilhão é de empréstimo para capital de giro, outros R$ 220 milhões estão no crédito rotativo e R$ 170 milhões em desconto de títulos. O spread praticado em pessoa jurídica na Caixa é metade do praticado no crédito para pessoa física.  Entre a carteira de clientes PJ, a maior parte do crédito é destinado às microempresas (62%), seguido das pequenas empresas (21%). Médias e sem fins lucrativos ficam também com uma parte (8% para cada uma). Os empréstimos são bastante pulverizados, pois cerca de 91% do crédito concedido pela CAIXA está abaixo de R$ 30 mil por tomador. A partir de hoje, as linhas de Giro Caixa instantâneo múltiplo, desconto de duplicatas, cheques e cheques eletrônicos, Giro Caixa, Capital de Giro e Cheque Especial PJ (este a partir de 1º janeiro) passam a ter novas taxas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORRUPÇÃO
Desembargadora Tânia Borges é alvo de novo processo no CNJ
PETRECHO PROÍBIDO
Ambiental apreende 200 metros de redes de pesca no Rio Paraguai
AEM/MS
Agência realiza fiscalização de brinquedos para o Natal em Dourados
CRIME AMBIENTAL
Dois são autuados com capivara que tinham acabado de abater
QUASE
Avião agrícola cai em lavoura e fica destruído; piloto ficou ferido
PROCESSO SELETIVO
Sesc abre vagas de professor temporário com salários de R$ 4,9 mil
BORORÓ
Adolescente morre afogado quando se banhava com amigos em lagoa
PRIVILÉGIO
Comissão da Câmara aprova restrição de foro a chefes dos três Poderes
DOURADOS
Juiz concede liberdade a mulher de contador preso na Pregão
DOF
Veículo roubado em São Paulo é recuperado carregado com droga

Mais Lidas

DOURADOS
Contador e esposa são presos na segunda fase da Operação Pregão
DOURADOS
Polícia prende acusado de agredir e esfaquear idosa em assalto
DOURADOS
Criança morre no HV três dias após ser atropelada na Cachoeirinha
DOURADOS
Justiça negou pedido de restituição do cargo a ex-contador da prefeitura um dia antes de sua prisão