Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Buscas por assassino de criança continuam em Aquidauana

12 dezembro 2003 - 10h46

As polícias de Aquidauana continuam com equipes efetuando buscas na tentativa de identificar e prender quem matou Mayara Brito Neves, de três anos, que também foi violentada. Ontem, havia informações de que um homem teria estado onde o corpo da criança foi encontrado, o que levou uma multidão ao local.O tenente Marcelo Santos do Amaral explicou pessoas foram ao local armadas de facão, criando um clima tenso. Ao mesmo em que efetuavam buscas, policiais procuravam conter os ânimos dos populares. Policiais civis, militares e até ambientais atuaram em uma varredura no local, região de margem de um córrego, onde há brejo e matagal. O militar explicou que quando anoiteceu, aos poucos as pessoas deixaram o local. Policiais atuaram até de madrugada e hoje há equipes fazendo buscas nas áreas urbana e rural.A criança desapareceu na noite de terça-feira e o corpo foi encontrado anteontem e sepultado ontem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONTRABANDO
Após perseguição, Polícia apreende 7,5 mil pacotes de cigarros
POLÍTICA
Bolsonaro volta a defender mudanças na CNH e fim dos radares
CAMPO GRANDE
Jovem grávida é agredida, desmaia e acorda sendo estuprada
UNIGRAN
Jornada de Psicologia vai abordar trajetos e conquistas em 20 anos de história
MEIO AMBIENTE
Conciliação: danos ao Rio da Prata serão reparados por responsáveis
TRÊS LAGOAS
PMA realiza Educação Ambiental a 50 alunos de escola pública
JUDICIÁRIO
Maioria no STF vota para enquadrar homofobia como crime de racismo
DOURADOS
Servidora da UEMS lança livro sobre Letramento Digital nesta sexta
RIBAS DO RIO PARDO
Homem é preso e confessa que estuprava a sobrinha de 9 anos
SELEÇÃO
Marinha abre concurso para 90 vagas para o Corpo Auxiliar de Praças

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira