Menu
Busca Domingo, 17 de Dezembro de 2017
(67) 9860-3221
Corpal - Dezembro 2017
LIDERANÇA NO INSTAGRAM

Bruna Marquezine perde liderança no Instagram para Anitta

11 Setembro 2017 - 12h20

A cantora e diva, Anitta, passou a Bruna Marquezine na liderança do Instagram, fazendo a atriz perder o posto de brasileira mais seguida. Na manhã desta segunda-feira (11), a cantora acumulou mais de 22.743 milhões de seguidores, enquanto a atriz tem pouco mais de 22.729 milhões de seguidores.

Os fãs de ambas se esforçam para colocar cada uma delas na frente. Anitta já abriu uma boa margem de diferença, mas o mutirão de fãs de Bruna ainda pode inverter o jogo.

A conta mais seguida da rede continua sendo a do próprio Instagram, passando dos 220. 000 followers. Já a pessoa com mais seguidores é Selena Gomez — ela acumula mais de 126 milhões.

No Brasil, Neymar lidera a lista de pessoas mais seguidas, com mais de 81 milhões de seguidores. Ele tem a décima terceira conta mais seguida no mundo todo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PLEITO
Crea/MS divulga resultado parcial da eleição para nova diretoria
FRUSTRADO
Mulher é assaltada quando chegava em casa na Vila Aurora
EXPANSÃO
Novo voo internacional ligará MS a nove países até 40% mais barato
DOURADOS
Após denúncia polícia fecha “Boca da Jéssica” no João Paulo II
POLÍTICA
Tucano que votar contra reforma da Previdência será punido, diz Alckmin
TRÁFICO
Homem é preso com 715 quilos de maconha na MS-276 em Indápolis
TELEVISÃO
Grazi Massafera já pensou em deixar de ser atriz; "não amava o que fazia"
ACORRENTADO
Recuperada caminhonete de homem encontrado no rio Dourados
EDUCAÇÃO
UFGD oferece 36 cursos de graduação pelo sistema do SISU
MESMO CRIME
Dois são condenados em processo envolvendo filho de desembargadora

Mais Lidas

2016
Polícia investiga possível homicídio em queda de avião no MS
HAYEL BON FAKER
Bilhete de pedágio “denuncia” e dupla é presa em Dourados após furto em Rio Brilhante
DOURADOS
Homem é preso após ser flagrado empurrando moto furtada
MANTIDO EM MS TAMBÉM
Governo mantém horário de verão para 2018, mas reduz tempo de duração