Menu
Busca quinta, 01 de outubro de 2020
(67) 99659-5905

Zeca retorna a Brasília para cumprir agenda confidencial

31 julho 2006 - 10h28

O governador Zeca do PT deve ir a Brasília quarta-feira para série de reuniões internas e encontros fechados.  Na semana passada o governador esteve em Brasília para encaminhar questões de interesse do Estado em audiências ministeriais também em caráter reservado.Fontes palacianas, no entanto, não confirmam e nem desmentem a agenda confidencial.  Segundo as mesmas fontes, a agenda do governador nesta semana prevê apenas despachos internos.Nesta segunda-feira o governador já se reuniu com os secretários que integram o comitê da crise e deve definir o desligamento de servidores comissionados remanescentes da cota do PDT. Na reunião com o comitê, concluiu-se que o governo já superou a pior fase da crise, graças às medidas de contenção de gastos e contingenciamento do orçamento.O governador definiu a saída do PDT do governo, mas acatou a permanência do PL, que apesar de coligar com o PMDB nas eleições deste ano, não faz oposição à administração petista. Ao confirmar a permanência do PL no governo, Zeca lembrou justamente o nível de disputa e a correlação de forças. Segundo ele, não há razão de romper a aliança com o PL se o partido não disputa a Presidência, não concorre a sucessão estadual e nem tem candidato a deputado federal. Nesse sentido, até dezembro ficam no governo os secretário Mathias Gonsales, da Saúde, e Carlinhos Cantor, da Juventude, Esporte e Lazer. Quanto ao PDT, a saída do governo já foi tratada pelo governador com a direção regional do partido. Hoje o PDT tem servidores espalhados pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública, que estava com o PDT e atualmente é dirigida pelo chefe da Casa Civil, Raufi Marques, e na Secretaria da Produção e do Turismo, ocupada por Wilson Roberto Gonçalves.Para o governador Zeca, a disputa eleitoral pode se desenrolar sem prejuízo à base de sustentação política do governo na Assembléia Legislativa. O apoio na Assembléia Legislativa foi reafirmado pelo presidente da Casa, deputado Londres Machado, que também dirige o PL. “Fizemos uma aliança de apoio ao governo e ela termina em 31 de dezembro”, disse. Segundo Londres, o apoio na Assembléia será dado em forma de votação em projetos de interesse do governo. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Publicado decreto que regulamenta Lei Aldir Blanc no Estado
ECONOMIA
Produção agrícola de MS atingiu recorde de R$ 19,2 bi em 2019
APÓS 10 ANOS
Conselho da Uems se reúne para definir volta de vestibular
OPERAÇÃO FOCUS
Pecuarista é multado em R$ 6,5 mil por incêndio em área de vegetação nativa
DOURADOS
Ex-secretário que cumpria prisão domiciliar é colocado em liberdade
COMER BEM
Saladas Mr Fit: variedade para sua dieta
JUSTIÇA
Corregedor da Câmara pede continuidade de processo contra Flordelis
INDENIZAÇÃO DE R$ 6 MIL
Vara de Dourados condena Loja e operadora de cartão por cobrança indevida
MUNDO NOVO
Ameaça e briga entre irmão termina com um preso por porte de droga
GARRAS
Investigação resulta na apreensão de grande quantidade de munições para fuzil

Mais Lidas

DECIBÉIS
Operação do Gaeco mira fraudes em licitações e cumpre cinco mandados em Dourados
INVESTIGAÇÃO
Policiais do Gaeco fazem nova operação em Dourados
DOURADOS
Gaeco deixa edifício com documentos apreendidos após mais de 5h
CAPITAL
Mulher com mandado de prisão em aberto é executada com oito tiros