Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Verão começa hoje com temperaturas superiores à média histórica

21 dezembro 2012 - 09h56

A estação mais quente do ano, caracterizada pelo calor e pela recorrência de pancadas de chuva, começou nesta sexta-feira, dia 21 de dezembro, às 9h11, no horário de Brasília. O verão incide sobre o hemisfério sul até o final de março e será marcado por temperaturas superiores à média histórica, segundo prognóstico do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

A estação deve registrar temperaturas máximas em torno dos 35ºC, em Apodi, no Rio Grande do Norte, e mínimas em torno de 12ºC, em Campos do Jordão, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo.

A previsão é que as chuvas fiquem acima da média na região Sul e abaixo do normal na região Nordeste. Nas demais áreas, o índice pluviométrico ficará dentro do padrão histórico. O Inmet não descarta, no entanto, a possibilidade de excesso de precipitação no Norte, Centro-Oeste e Sudeste durante os três primeiros meses do ano.

O verão 2012/2013 não será afetado pela influência do fenômeno El Niño, que consiste no aquecimento das águas do Oceano Pacífico. “Em julho, o El Niño deu sinais de que iria se manifestar, mas recuou. Se a tendência tivesse se confirmado, ele elevaria as temperaturas e intensificaria a seca no Nordeste”, afirma o meteorologista Mozar de Araújo Salvador, do Inmet.

De acordo com ele, a previsão é que outro fenômeno climático iniba parte das chuvas no Nordeste.

Com a temperatura das águas do Atlântico Norte mais quentes que o normal e as do Atlântico Sul mais frias, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), área próxima à linha do Equador, fica alojada ao norte de sua posição climatológica.

“A ZCIT é uma faixa permanente de convergência de ventos que gera muita nebulosidade. Ela se movimenta ao longo do ano, sempre aproximando-se do hemisfério mais quente, ou seja, daquele onde é verão. Esse é o principal sistema que gera chuva no Nordeste durante este período”, destaca Mozar.

Com a anomalia na temperatura de superfície do mar, a zona de convergência não consegue se aproximar o suficiente do Nordeste brasileiro para provocar chuvas, o que pode intensificar a estiagem em algumas áreas.

O Inmet também prevê os índices máximos e mínimos médios para as 290 cidades brasileiras onde estão instaladas as estações de meteorologia do instituto.

O cálculo das temperaturas é feito a partir das médias dos índices máximo e mínimo, para os meses de janeiro, fevereiro e março, entre os anos de 1961 e 1990. Veja as previsões:

###Região Sudeste
A região Sudeste deve registrar a maior temperatura média, com 33,9ºC nos municípios de São Fidélis (RJ) e Aimorés (MG) durante o mês de fevereiro. Já a mínima prevista é de 12ºC em Campos do Jordão (SP).

###Região Sul
Na região Sul, a temperatura máxima média deve ser de 33ºC em Foz do Iguaçu (PR) durante o mês de janeiro. A mínima será de 12,3ºC, em março, na cidade de Palmas (PR).

###Região Nordeste
O Nordeste registrará mais calor em janeiro em Apodi (RN), com 35,4ºC. Já a temperatura média mais baixa para a região será de 17ºC, na cidade de Morro do Chapéu (BA), no mês de janeiro.

###Região Norte
A temperatura média mais alta da região Norte deve ficar em 33,7ºC, no mês de março, em Boa Vista (RR). Por outro lado, a mínima ocorre em São Félix do Xingu (PA), com 19,6ºC, em janeiro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO
Jovem contrata motorista de aplicativo para transportar droga e é flagrada pela polícia
NAVIRAÍ
Polícia prende agricultor com espingarda de caça
PANDEMIA
Servidora da Câmara Municipal de Dourados testa positivo para coronavírus
TRÁFICO
Homem é preso com droga em compartimento falso da caminhonete
PANDEMIA
Coronavírus gera 20ª morte em Mato Grosso do Sul
DOURADOS
Jovem é preso com arma com numeração raspada
TRÁFICO
Casal é preso na tentativa de levar mais de 150 kg de droga para MG
DOURADOS
Temperatura permanece amena neste domingo
LOTERIA
Mega-Sena, concurso 2.266: ninguém acerta as seis dezenas, e prêmio vai a R$ 45 milhões
DADOS
Covid-19: Brasil tem quase 500 mil casos confirmados e 28.834 mortes

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos