Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Vendas do comércio varejista crescem 0,6% de outubro para novembro

15 janeiro 2020 - 12h20Por Agência Brasil

O volume de vendas do comércio varejista cresceu 0,6% na passagem de outubro para novembro de 2019. Segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada hoje (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), esta é a sétima alta consecutiva do indicador, que acumula alta de 3,3% no período.

O comércio também teve altas na média móvel trimestral (0,5%), na comparação com novembro de 2018 (2,9%), no acumulado de janeiro a novembro de 2019 (1,7%) e no acumulado de 12 meses (1,6%).

A alta de outubro para novembro foi puxada por quatro das oito atividades pesquisadas, com destaque para artigos farmacêuticos, médicos, de perfumaria e cosméticos (4,1%). Também tiveram alta outros artigos de uso pessoal e doméstico (1%), móveis e eletrodomésticos (0,5%) e equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (2,8%).

Três atividades tiveram queda no volume de vendas de outubro para novembro: tecidos, vestuário e calçados (-0,2%), combustíveis e lubrificantes (-0,3%) e livros, jornais, revistas e papelaria (-4,7%). O setor de supermercados, alimentos, bebidas e fumo manteve em novembro o mesmo patamar de vendas do mês anterior.

A receita nominal do varejo também cresceu em todos os tipos de comparação: em relação a outubro (0,9%), na comparação com novembro de 2018 (4,9%), na média móvel trimestral (0,7%), no acumulado de janeiro a novembro (4,7%) e no acumulado de 12 meses (4,6%).

Varejo ampliado

O varejo ampliado, que agrega os segmentos de veículos e materiais de construção aos oito segmentos do varejo, teve queda de 0,5% na passagem de outubro para novembro, devido ao recuo de 1% na atividade de veículos, motos, partes e peças. Os materiais de construção tiveram variação positiva de 0,1%.

Nos demais tipos de comparação, no entanto, o varejo ampliado teve altas: média móvel trimestral (0,4%), comparação com novembro de 2018 (3,8%), acumulado dos onze primeiros meses de 2019 (3,8%) e acumulado de 12 meses (3,6%).

A receita nominal caiu 0,3% na comparação com outubro, mas cresceu 0,5% na média móvel trimestral, 5,5% em relação a novembro de 2018, 6,3% no acumulado de janeiro a novembro de 2019 e 6,1% no acumulado de 12 meses.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA ANDRADINA
Condutor com mais de 180 kg maconha tenta fugir mas é capturado pela PRF
ECONOMIA
Estudo da FGV aponta que pandemia provocou queda de renda de 20,1%
REGIÃO
Carro com placas de São Paulo é flagrado com mais 300 quilos de maconha em MS
COVID-19
Saúde atualiza números da pandemia do coronavírus e Brasil tem 363 novos óbitos
TRÁFICO DE DROGAS
PRF apreende 200 kg de maconha dividida em fardos em Bataguassu
POLÍTICA
Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decide que Cristiane Brasil continuará presa
ÁGUA CLARA
Após perseguição, traficante abandona acompanhante e carro com 64 kg de maconha
R$ 381 MIL
Idosa leva multa por incêndio em área de 95 hectares de vegetação nativa
BRASIL
Marco Aurélio, do STF, recebe alta após passar por cirurgia no joelho
CNJ
Definidos os integrantes do Observatório da Justiça sobre direitos humanos

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher estaciona em vaga preferencial e é xingada por médico
RIO BRILHANTE
Homem de 56 anos cai de trator e morre atropelado em fazenda
DOURADOS
GM flagra aglomeração no centro e três são presos
POLÍCIA
Braço direito de "Marcelo Piloto" é preso no Paraguai