Menu
Busca Terça, 12 de Dezembro de 2017
(67) 9860-3221
RECURSOS

TRF4 reduz pena de Gim Argello e de outros condenados na Lava Jato

07 Novembro 2017 - 10h26Por Agência Brasil

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), com sede em Porto Alegre, reduziu nesta terça-feira, dia 07 de novembro, a pena do ex-senador Gim Argello (DF) na operação Lava Jato, de 19 anos para 11 anos e 8 meses de reclusão.

Argello foi condenado em primeira instância pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, em outubro do ano passado, pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e obstrução das investigações.

Ao julgar o recurso do ex-senador, nesta terça-feira, os desembargadores do TRF4 entenderam que o crime de obstrução das investigações não estaria caracterizado por conta própria, sendo parte dos delitos de corrupção, motivo pelo qual retiraram a pena referente àquele crime.

Argello foi considerado culpado por pedir cerca de R$ 30 milhões às empreiteiras OAS e UTC Engenharia, dos quais ao menos R$ 5 milhões foram pagos, em troca de não convocar diretores das empresas para depor na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, em 2014. O valor recebido, segundo a sentença de Moro, foi utilizado na campanha eleitoral do mesmo ano.

No mesmo julgamento de recursos, o TRF4 reduziu as penas do empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, de 8 anos e 2 meses para 5 anos e 6 meses. O empreiteiro Ricardo Pessoa teve a pena reduzida de 10 anos e 6 meses para 7 anos, enquanto a pena do diretor Walmir Pinheiro passou de 9 anos e 8 meses para 6 anos e 2 meses. Esses dois eram executivos da UTC Engenharia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPACITAÇÃO
Escola Senai da Construção recebe seminário sobre durabilidade de concreto
CRIME AMBIENTAL
Quatro pescadores são autuados em R$ 13 mil pela PMA
DOURADOS
Após reunião, Câmara antecipa devolução do duodécimo à prefeitura
MOMENTO FOFURA
Filha de Bruno Gissoni encanta a internet em foto dormindo
LAR DO IDOSO
Ministério empenha R$ 282 mil para ações no Lar dos Idosos de Dourados
ARMA DE FOGO
Arma abandonada às margens da MS-160 é localizada por policiais
PONTA PORÃ
Veículo com registro de roubo em São Paulo é recuperado pelo DOF
BLITZ
Comissão da OAB/MS promove orientação “Diga não a captação” em INSS
ESTADO
Em MS, empresas envolvidas em corrupção serão impedidas de firmar contratos com o Governo
FÁBRICA
De uma barra gigante e colorida à boca: veja como é feito o batom

Mais Lidas

CAPITAL
Mulher morre em acidente na BR-163 e dois ficam feridos
FRONTEIRA
Policial e membros do PCC estariam envolvidos em esquema de cigarros
DOURADOS
Homem morre após ser esfaqueado no Santo André
EDITAL
Escola Vital Brasil abre seleção para bolsas de estudo