Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 9860-3221
RECURSOS

TRF4 reduz pena de Gim Argello e de outros condenados na Lava Jato

07 novembro 2017 - 10h26Por Agência Brasil

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), com sede em Porto Alegre, reduziu nesta terça-feira, dia 07 de novembro, a pena do ex-senador Gim Argello (DF) na operação Lava Jato, de 19 anos para 11 anos e 8 meses de reclusão.

Argello foi condenado em primeira instância pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, em outubro do ano passado, pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e obstrução das investigações.

Ao julgar o recurso do ex-senador, nesta terça-feira, os desembargadores do TRF4 entenderam que o crime de obstrução das investigações não estaria caracterizado por conta própria, sendo parte dos delitos de corrupção, motivo pelo qual retiraram a pena referente àquele crime.

Argello foi considerado culpado por pedir cerca de R$ 30 milhões às empreiteiras OAS e UTC Engenharia, dos quais ao menos R$ 5 milhões foram pagos, em troca de não convocar diretores das empresas para depor na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, em 2014. O valor recebido, segundo a sentença de Moro, foi utilizado na campanha eleitoral do mesmo ano.

No mesmo julgamento de recursos, o TRF4 reduziu as penas do empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, de 8 anos e 2 meses para 5 anos e 6 meses. O empreiteiro Ricardo Pessoa teve a pena reduzida de 10 anos e 6 meses para 7 anos, enquanto a pena do diretor Walmir Pinheiro passou de 9 anos e 8 meses para 6 anos e 2 meses. Esses dois eram executivos da UTC Engenharia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ/LADÁRIO
Justiça manda Estado manter escolas de ensino médio
UEMS
Roda de conversa discute violência na vida das Mulheres Negras
ATLETISMO
‘9ª Corrida Saúde Cassems-Noturna’ abre inscrições nesta segunda-feira
SHOWBIZZ
Sertanejos morrem em acidente de carro em rodovia de São Paulo
DOURADOS
Homem morre após bater moto em carro parado na Marcelino Pires
RECURSOS
Investimentos em saúde serão anunciados hoje na Capital
CHAPADÃO DO SUL
Incêndio devasta área verde em cidade de MS
SEU BOLSO
Abono do PIS/Pasep começa a ser pago na próxima quinta-feira
PRAZO
Inscrição para professores fiscalizar provas do Enem termina hoje
AMAMBAI
Polícia apreende uma tonelada de maconha em assoalho de carreta

Mais Lidas

AMAMBAI
Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão
CAPITAL
Acidente entre dois carros e carreta mata motorista na BR-163
RIBAS DO RIO PARDO
Avô e neta morrem após caminhonete bater de frente em carreta
MUNDO NOVO
Homem morre no Hospital da Vida após cair de telhado