Menu
Busca quinta, 19 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Tornado deixa pelo menos 89 mortos nos Estados Unidos

23 maio 2011 - 11h36

Pelo menos 89 pessoas morreram durante a passagem de um tornado na cidade de Joplin, no estado norte-americano do Missouri, segundo autoridades locais. A cidade teve grande parte de suas construções danificada. O governador do Missouri, Jay Nixon, declarou estado de emergência e advertiu que mais tempestades podem atingir a região.

Mais três estados do Meio-Oeste dos Estados Unidos foram atingidos pelo tornado. Pelo menos uma pessoa morreu em Minneapolis, no estado de Minnesota.

No mês passado, tempestades e tornados deixaram pelo menos 350 mortos no Alabama e em mais seis estados do Sul do país.

O presidente norte-americano, Barack Obama, que estava a caminho da Irlanda para o início de uma visita de uma semana à Europa, enviou condolências às pessoas afetadas pelo tornado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BANCO CENTRAL
Quase 20% da população ainda guarda moedas em casa
MATO GROSSO DO SUL
Programa de Prevenção e Controle do Complexo teníase – cisticercose é criado em MS
PORTUÁRIO
Grupo quer ajuda do Estado para construir novo terminal em Porto Murtinho
EDUCAÇÃO
Alteração de dados no Fies: tire suas dúvidas
CAPACITAÇÃO
IEL apresenta a empresários soluções em gestão e treinamento de lideranças
OPERAÇÃO ECHELON
Facção tem "casa de apoio" para presos em MS
FRONTEIRA
Inquérito vai apurar qualidade da água fornecida para a população de Coronel Sapucaia
ECONOMIA
Soja responde por 16% das exportações brasileiras no semestre
SAÚDE
Apesar de "ambiente seguro", populares devem se alertar contra o sarampo em Dourados
CAMPO GRANDE
Escola Senai da Construção oferece 210 vagas em 5 cursos gratuitos

Mais Lidas

DOURADOS
“Aqui é PCC!”, disseram atiradores que mataram dupla
DOURADOS
Maconha apreendida em caminhão e casa no Água Boa totalizou mais de 4,3t
CAMPO GRANDE
Douradense é preso acusado de ser mandante de tentativa de roubo de avião
PONTA PORÃ
Jovem diz que recebeu 25 kg de maconha como pagamento por sexo