Menu
Busca Sábado, 20 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221
Escola Sesc - Janeiro 2018

Termina 6ª-feira prazo para aplicar em previdência e pagar menos IR

24 Dezembro 2012 - 12h41

Termina na próxima sexta-feira, dia 28 de dezembro, o prazo para o poupador garantir um pagamento um pouco menor de Imposto de Renda no ano que vem. Dia 28 é último dia para que aplicações em planos de previdência privada do tipo PGBL possam ser deduzidas do Imposto de Renda a ser pago no ano que vem.

O investimento em um PGBL assegura uma dedução no IR limitada a 12% da renda anual sujeita à mordida da Receita Federal.

Por exemplo, considere um poupador com uma renda bruta de R$ 36 mil em um ano. Fazendo um PGBL, ele pode emagrecer a base de cálculo de imposto de R$ 32.040 para R$ 27.720 fazendo uma contribuição máxima de R$ 4.320 em um plano de previdência privada, e ganhando uma restituição de R$ 613,92 ao final.

"Esse benefício somente o PGBL tem. Tanto que a primeira providência que um consultor financeiro faz quando recebe um cliente é perguntar se tem esse tipo de plano", diz Osvaldo do Nascimento, vice-presidente da Fenaprevi (a entidade que representa as entidades do setor).

Essa vantagem, no entanto, somente é permitida caso o contribuinte declare pelo modelo completo do IR. Caso considere mais vantajoso a declaração pelo modelo simplificado, o plano de previdência privado sugerido é o VGBL.

Vários bancos e a própria Receita Federal oferecem simuladores para que o investidor calcule qual o tipo de declaração é melhor e qual o valor do desconto no IR (caso opte pelo PGBL).

###Previdência privada X outras aplicações
Os planos de previdência privada não são os únicos --e em alguns casos, nem os melhores-- meios de acumular renda para a aposentadoria. Mas esses produtos têm algumas vantagens sobre outras opções, dizem consultores.

Os fundos de investimentos pagam o Imposto de Renda a cada seis meses, o que diminui o valor acumulado e dilui o efeito dos juros. Os CDBs somente pagam IR no resgate, mas são produtos que expiram em no máximo quatro anos. A poupança não tem data de vencimento nem paga imposto, mas seu rendimento é mais baixo.

O dinheiro investido no PGBL e no VGBL somente recebe a mordida do Leão na hora do saque. Mas os dois tipos de plano também possuem diferenças importantes.

###Diferenças entre PGBL e VGBL
O VGBL não conta com o benefício do Imposto de Renda oferecido pelo PGBL, mas, em compensação, o imposto somente é cobrado em cima de quanto o dinheiro aplicado rendeu.

A mordida do Leão é mais cruel no caso do PGBL: o imposto é cobrado sobre o total do dinheiro acumulado (as contribuições feitas mais os rendimentos).

Por esse motivo, especialistas financeiros recomendam que o dinheiro devolvido pela Receita --no caso dos PGBLs-- seja sempre reaplicado no próprio plano, para aumentar a quantia acumulada para a aposentadoria.

###Saiba como escolher o seu plano PGBL
Profissionais do setor de previdência recomendam que o investidor também preste atenção à forma de tributação do PGBL escolhido. Há dois modelos: progressivo e regressivo.

O regime progressivo é mais indicado caso o poupador tenha a intenção de resgatar o valor acumulado no curto prazo (menos de cinco anos). Nesse caso, vale a mesma regra para o Imposto de Renda comum: a mordida do Leão aumenta com o valor: até R$ 26.961, a parcela do IR é de 7,5% do total. Acima de R$ 44.918,28, sobe para 27,5%.

Já o regime regressivo beneficia quem vai deixar o dinheiro rendendo por mais de dez anos. Após esse prazo, a mordida do IR cai para 10%.

"A recomendação, na maioria dos casos, é optar pelo PGBL com regime regressivo", diz Silas Kasahaya ,superintendente de Vida e Previdência da Porto Seguro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MARAVILHAS DO VERÃO
Renata Fan cumpre promessa e publica foto de biquíni
MEDIDA
STJ rejeita pedido de transferência de Cunha para presídio em Brasília
STJ rejeita pedido de transferência de Cunha para presídio em Brasília
DOURADOS
UFGD divulga 969 vagas para o Sisu 2018
UFGD divulga 969 vagas para o Sisu 2018
DIFICULDADE
SPC afirma que brasileiros de todas as classes têm dificuldade para poupar
TRÂNSITO
Rodovia MS-475 segue interditada e usuários devem utilizar desvio
SAÚDE
Projeto visa dar transparência a avaliações de desempenho de UTIs
Projeto visa dar transparência a avaliações de desempenho de UTIs
DOURADOS
Iluminação pública do Esplanada é motivo de reclamações
ECONOMIA
Dólar fecha em queda pelo 3º pregão seguido, a R$ 3,2013
Dólar fecha em queda pelo 3º pregão seguido, a R$ 3,2013
TRÊS LAGOAS
Pela segunda vez, homem é detido após mostrar genitais a adolescentes
Aos policiais, o motorista negou ter cometido o ato e disse que nunca tinha visto as meninas
POLÍTICA
Defesa de Temer pede arquivamento de inquérito sobre portos

Mais Lidas

Homem é executado com 12 tiros de pistola 9 milímetros
DROGAS
Douradense é preso durante “Operação Tagi” desenvolvida pelo GAECO
Morre em Dourados aos 66 anos Joãozinho Engraxate
SE DEU MAL
Com cheque roubado, dono de garagem tenta comprar carro de luxo e é preso