Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
(67) 99659-5905

Surfista brasileiro vence no Rio e vira líder do circuito mundial

20 maio 2011 - 12h35

O surfista Adriano de Souza, o Mineirinho, venceu o australiano Taj Burrow na final da terceira etapa do Circuito Mundial, nesta sexta-feira, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro e virou o primeiro brasileiro a liderar a competição.

Mineirinho começou a etapa na quarta posição, mas contou com quedas dos rivais, principalmente do norte-americano Kelly Slater. Dez vezes campeão mundial, Slater foi eliminado na véspera pelo compatriota Bobby Martinez na terceira fase da competição.

"Estou sem palavras. quero agradecer principalmente ao meu manager [Luiz Henrique Sabóia, o Pinga], que sempre acreditou em mim e me deu força", afirmou o paulista, que ganhou a final com mar baixo por 15,63 contra 12,17.

Na semifinal, Mineirinho, 24 anos, havia vencido o também australiano Bede Durbidge.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Tenente estava a 125 km/h quando matou professora em acidente, diz perícia
DOURADOS
PT faz encontro virtual para sacramentar pré-candidatura de professor à prefeitura
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra mais de mil mortes por coronavírus pelo 4º dia seguido
PEDRO JUAN
Encontrado no Paraguai corpo de fazendeiro brasileiro sumido há 5 dias
EDUCAÇÃO
Trabalho remoto segue até o dia 03 de julho nas Unidades da UEMS
VICENTINA
Acidente envolvendo um Uno e um Corolla mata dois jovens
CAPITAL
Ladrão pula muro de motel, aponta arma para funcionária e rouba celular
MATO GROSSO DO SUL
Dia Mundial do Meio Ambiente: Compromisso e respeito da Sanesul
GOIÁS
Bolsonaro vai sem máscara inaugurar hospital, escorrega e cai
JUSTIÇA
Pessoa com deficiência deverá receber suporte para conclusão de CNH

Mais Lidas

PANDEMIA
Em disparada, casos de Covid-19 tem novo recorde diário e passam de 400 em Dourados
EPICENTRO
Casos de coronavírus "explodem" e Dourados registra recorde de confirmações
PANDEMIA
Comitê aponta surtos de coronavírus em dois pontos de Dourados
DOURADOS
Conselho aponta riscos de contaminação em massa por coronavírus no HV