Menu
Busca domingo, 09 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Supremo discute liberdade de imprensa nesta sexta

26 maio 2011 - 13h34

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) e a Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), com a colaboração do Supremo Tribunal Federal (STF), irão discutir nesta sexta-feira (27/5) a jurisprudência brasileira sobre liberdade de imprensa. Os debates terão lugar no STF.

Batizado de “Fórum Internacional Liberdade de Imprensa e Poder Judiciário”, o evento, dividido em três painéis, será aberto pelo presidente do Supremo, ministro Cezar Peluso, e terá a participação dos ministros Ayres Britto e Ellen Gracie. Advogados especialistas em imprensa, jornalistas e estudiosos do tema, brasileiros e estrangeiros, falarão sobre o fim da Lei de Imprensa, direito de resposta e os julgamentos da Corte Interamericana de Direitos Humanos que envolvem a matéria.

As inscrições para o evento são gratuitas e devem ser feitas pelo e-mail cerimonial@anj.org.br. Os debates serão feitos na Sala de Sessões da 1ª Turma do STF: Edifício anexo II-B, 3º Andar.

Veja a programação do evento
8h30 – Credenciamento
9h – 9h45 – Abertura
— Pronunciamento da presidente da ANJ, Judith Brito
— Pronunciamento do diretor executivo da SIP, Julio Muñoz
— Pronunciamento do presidente do STF, Ministro Cezar Peluso
9h45 – 10h – Entrega do Prêmio ANJ de Liberdade de Imprensa ao jornal Clarín
10h – 10h30 – Intervalo para café
10h30 – 12h – Primeiro Painel – “O Brasil sem Lei de Imprensa”
Presidente da Mesa
Ministro Ayres Britto
Painelistas
— Deputado Miro Teixeira
— Manuel Alceu Affonso Ferreira – Jurista, advogado de O Estado de S.Paulo
— Gustavo Binenbojm – Advogado, doutor em Direito Público
12h – 14h – Almoço
14h30 – 16h – Segundo Painel – “Direito de Resposta/Práticas nas Democracias”
Presidente da Mesa
Ministra Ellen Gracie
Painelistas
— Paulo Sotero – Jornalista, diretor do Brazil Institute do Woodrow Wilson International Center for Scholars, de Washington (EUA)
— José Nêumanne Pinto – Jornalista, articulista de O Estado de S.Paulo
— Jorge Santistevan de Noriega – Jurista peruano, ex-defensor do povo (Ombudsman) do país.

16h – 16h30 – Intervalo para café
16h30 – 18h – Terceiro Painel - “Julgados da Corte Interamericana de Direitos Humanos”
Presidente da Mesa
Paulo Tonet Camargo – Diretor do Comitê de Relações Governamentais da ANJ
Painelistas
— Pedro Nikken – Jurista venezuelano, ex-presidente da Corte Interamericana de Direitos Humanos e atual presidente da Comissão Internacional de Juristas
— Alexandre Jobim, Advogado, mestre em Direito, consultor da Associação Nacional de Jornais (ANJ) e da Associação Internacional de Radiodifusão (AIR)
— Taís Gasparian – Advogada, mestre em direito pela USP e consultora da Folha de S.Paulo
18h – Palavras de encerramento da presidente da ANJ

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Mulher foragida da Justiça acaba presa em Aparecida do Taboado
ESTADO
No dia em que MS ultrapassa a marca de 500 óbitos, ato de amor aos pais é respeitar isolamento social
LÍBANO
Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária
DOURADOS
Vítimas mais recentes da Covid-19, idosos foram notificados há mais de um mês
MOBILIZAÇÃO
Campanha promove paternidade no Brasil e no exterior
REGIÃO
Polícia flagra 245 quilos de maconha transportados em motos estrangeiras
PANDEMIA
Mato Grosso do Sul já soma 101 mortes causadas pelo novo coronavírus somente em agosto
TRÁFICO
Mulher sai de Dourados com filho de quatro anos e é presa com droga presa ao corpo
CAPITAL
Recém-nascido tratado no Hospital Regional vence a Covid-19
REGIÃO
Ação conjunta intercepta uma tonelada de maconha com destino a Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Homicídio ocorreu após madrugada de farra e confusões na Jaguapiru
PANDEMIA
Paciente internado em Dourados morre de coronavírus
DOURADOS
Equipe do Samu se desloca para atender vítima de facadas em bairro
PANDEMIA
Cerca de 90% douradenses diagnosticados com Covid estão recuperados