Menu
Busca domingo, 20 de maio de 2018
(67) 9860-3221
SEVILHA ODONTOLOGIA

Sósia brasileiro de Bin Laden diz que manterá o visual porque 'povo pediu'

04 maio 2011 - 08h51

04/05/2011 09h46 - Atualizado em 04/05/2011 09h46

# Sósia brasileiro de Bin Laden diz que manterá o visual porque 'povo pediu'


Maryuska Pavão

Como vou dizer que o Bin Laden morreu? Estou aqui, mas sou o Bin Laden que gosta da paz, que não gosta de guerra". Foi dessa forma que o comerciante ceareanse Francisco Helder Braga Fernandes, de 51 anos, resumiu o que está sentido desde o anúncio feito pelo presidente dos EUA, Barack Obama, sobre a morte do terrorista da al-Qaeda, neste domingo (1º).

Desde o ataque de 11 de setembro de 2001, o comerciante deixou de ter o apelido de Barba e começou a ser reconhecido e chamado de "Bin Laden brasileiro". Dono de um bar na região do Anhangabaú, no Centro de São Paulo, ele já teve de mudar o visual três vezes em dez anos, mas disse que não vai mais tirar a barba que o transformou em sósia do terrorista. "O povo foi gostando do Bin Laden, do verdadeiro, e começou a pedir para eu voltar a usar barba."

Fernandes disse que o pedido foi feito logo após o ataque terrorista às torres gêmeas. "Em janeiro de 2002 não aguentei mais e tirei a barba pela primeira vez. Algumas pessoas me tratavam com brincadeiras, mas algumas passaram a me hostilizar na rua e achavam que eu estava envolvido em terrorismo. Achei melhor tirar a barba para a coisa não ficar mais séria."
'Povo foi gostando do Bin Laden', diz sósia brasileiro em São Paulo (Foto: Glauco Araújo/G1)'Povo foi gostando do Bin Laden', diz sósia brasileiro em São Paulo (Foto: Glauco Araújo/G1)

O comerciante disse que nunca tinha ouvido falar no terrorista até setembro de 2001. "No dia seguinte ao atentado, quando me mostraram o jornal, tomei um susto. Pensei que era eu, de tão parecido. Já usava a barba grande porque gosto do ‘estilão’, que cultivo desde a década de 1990, mas foi desde 2000 que deixei a barba ficar maior."
Sósia de Bin Laden disse que tirou a barba após ataque terrorista de 2001 (Foto: Glauco Araújo/G1)Sósia de Bin Laden disse que tirou a barba após
ataque terrorista de 2001 (Foto: Glauco Araújo/G1)

Sem a barba que sempre gostou, Fernandes disse que não resistiu aos pedidos e deixou crescer novamente. "Entre 2003 e 2004 conheci uma mulher, que se tornou minha namorada. Ela disse que só ficaria comigo se eu cortasse a barba. Cortei, mas o visual de cara limpa só durou seis meses, que foi o tempo do namoro. Deixei crescer tudo de novo."

O apogeu do sucesso de Fernandes como Bin Laden brasileiro ocorreu no réveillon de 2009. "Nunca tinha participado de uma festa de rua, mas resolvei passar o réveillon na Avenida Paulista. De uma hora para outra apareceu um cara enorme e disse que era meu segurança. Ele me levou até o palco. Nunca fui tão fotografado na minha vida. A caçada dos Estados Unidos ao Bin Laden fez dele uma vítima e ele virou um ídolo no Brasil. O povo gostou do que ele fez contra os Estados Unidos e acabou virando uma referência", afirmou o comerciante cearense.

Entretanto, orgulhoso, Fernandes defende o ídolo. "Eu sou o Bin Laden brasileiro da paz, mas o original também é da paz. Ele foi lá e derrubou as torres porque queria acabar com a guerra", disse, sem medo de soar contraditório.
Bin Laden brasileiro diz que é da paz e não gosta de guerra (Foto: Glauco Araújo/G1)Bin Laden brasileiro diz que é da paz e não gosta de
guerra (Foto: Glauco Araújo/G1)

Atualmente o sósia não tem mais medo de desfilar 'vestido' de Osama pelas ruas de São Paulo e diz que continuará assim, porque nada mudou. "O Bin Laden não morreu. Quem comemorou está perdendo tempo. No máximo ele nasceu para a vida eterna para ficar com suas 21 virgens."

Intitulando-se um "homem do povo", o Bin Laden brasileiro espera um "aumento de fama". "Crianças a velhinhos pedem para tirar fotos comigo. Atendo a todos tratando muito bem. A morte do Bin Laden vai ser legal até o movimento no bar aumentar", disse o sósia.

A última vez que tirou a barba foi em 2009, quando "A TV Al Jazeera veio aqui e fez uma reportagem comigo. Depois, o pessoal voltou e pediu para eu tirar a barba. Desde então ela está crescendo. Não tiro mais", finalizou o Bin Laden brasileiro.
Bin Laden brasileiro recebeu homenagem de clientes de bar (Foto: Glauco Araújo/G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Mayra Cardi exibe barriguinha de grávida em pose de biquíni
BALANÇO
Em Dourados, conselheiros do Sebrae destacam ações da instituição
CAMPO GRANDE
DOF prende mais de 500 quilos de maconha que iria para São Paulo
SERTANEJO
Mesmo com chuva, dupla Jorge e Mateus empolga na Expoagro
CONCURSO
Provas do processo seletivo de estágio do TJ-MS serão amanhã
BATAGUASSU
Homem é preso com mandado em aberto e documento falso
EDUCAÇÃO
UEMS e UFGD realizam o III Seminário de Formação Docente
TRÁFICO
Polícia apreende meia tonelada de maconha e LSD na BR-158
INSCRIÇÃO
Estudantes têm até quarta-feira para pagar taxa do Enem
BATAYPORÃ
Caixa realiza neste sábado o primeiro sorteio de nova loteria

Mais Lidas

FRONTEIRA
Homem é executado por pistoleiros em "Favelinha" de Ponta Porã
AMAMBAI
Polícia apreende mais de três toneladas e maconha na fronteira
DOURADOS
Polícia civil de Dourados registra quatro assaltos em 24 horas
PARAGUAI
Homem é enforcado e tem corpo abandonado em estrada vicinal