Menu
Busca quarta, 20 de junho de 2018
(67) 9860-3221
DECRETO LEGISLATIVO

Senado faz consulta sobre revogação do Estatuto do Desarmamento

12 setembro 2017 - 08h25

Mais de 14 mil brasileiros já se manifestaram na consulta pública que está sendo realizada pelo site do Senado sobre o Projeto de Decreto Legislativo 175/17, que propõe a revogação do Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/03). Por volta das 19h, 13.627 pessoas tinham votado a favor da proposta e 690, contra.

Apresentado no último dia 5, o projeto está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aguardando a indicação de relator. A consulta no site do Senado deve permanecer aberta enquanto a proposta tramitar na Casa.

O projeto apresentado pelo senador Wilder Morais (PP-GO) propõe a realização de um plebiscito, junto com as eleições gerais do ano que vem, para que a população se manifeste sobre a liberação do porte de armas de fogo para cidadãos residentes em áreas rurais e a revogação do Estatuto do Desarmamento e sua substituição por um instrumento normativo que assegure o porte desse tipo de arma pessoas que preencham determinadas regras.

O texto prevê a realização de campanha pela Justiça Eleitoral no rádio, na televisão e na internet para esclarecer a população sobre o plebiscito e garantir espaço idêntico para manifestações a favor e contra a revogação do Estatuto do Desarmamento e a liberação do porte de armas.

"Após observar diversos dados do nossa Política Nacional de Segurança Pública, notei que é chegado o momento de fazermos uma reflexão sobre a questão do direito de defesa em nosso país e, para isso, a população deve ser consultada diretamente. Nós iremos solicitar a presença de pessoas da sociedade civil para discutir a questão no Parlamento", justificou o senador na apresentação do projeto.

Segundo Wilder Morais, mais de dez anos após a promulgação do Estatuto do Desarmamento, não há dados objetivos que indiquem redução dos índices de violência. "Pelo contrário, desde a entrada em vigor daquela Lei, o número total de homicídios no Brasil aumentou 20%, atingindo a preocupante marca de 60 mil assassinatos por ano", argumentou o autor da proposta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Prefeitura entrega mais 250 escrituras a famílias de loteamentos sociais
NEGOCIAÇÃO
Bancários ameaçam entrar em greve no próximo mês
DOURADOS
Justiça manda banco indenizar avalista em financiamento e declarar dívida inexistente
DOURADOS
Arraiá da Brinquedoteca da Unigran reúne crianças e adultos para festejo junino
CRIME AMBIENTAL
Satélite flagra desmatamento ilegal e fazendeira é autuada
FAKE NEWS
Notícias falsas podem colocar eleições em risco, diz presidente do TSE
GERAL
IFMS divulga locais de matrícula para cursos de graduação
A matrícula deverá ser feita entre os dias 22 e 28 de junho; os candidatos não convocados podem manifestar interesse pela vaga na lista de espera, na página do Sisu
COPA DO MUNDO
Cristiano Ronaldo volta a marcar e garante 1ª vitória de Portugal
OPORTUNIDADES
Quer trabalhar? Confira as vagas disponíveis em Dourados
DOURADOS
Estagiária tem carteira levada por bandidos ao sair do Hospital da Vida

Mais Lidas

DOURADOS
Dupla é presa por tentativa de homicídio contra vendedor de espetinhos
FRONTEIRA
Pecuarista é executado a tiros durante emboscada
TRAGÉDIA
Vítimas fatais de acidente na BR-262 são identificadas
DEFRON
Traficante condenado a mais de 12 anos é preso em Dourados