Menu
Busca segunda, 25 de março de 2019
(67) 9860-3221

Sebrae libera R$ 3 milhões para apoiar eventos de compras governamentais

26 maio 2011 - 11h24

O Sebrae lança no dia 1º de junho um edital de apoio ao Fomenta, encontro de oportunidades para micro e pequenas empresas nas compras governamentais promovido pela instituição em parceria com o Ministério do Planejamento. O edital prevê a liberação de até R$ 150 mil por unidade da federação para realizar versões estaduais, regionais e setoriais. No total, serão liberados R$ 3 milhões para apoio a projetos, que deverão ser realizados até o fim de 2012.

“A participação das micro e pequenas empresas nas compras governamentais é uma grande oportunidade de negócios, pois aumenta o faturamento e incentiva o desenvolvimento local beneficiando toda a população. A participação das micro e pequenas empresas nas compras governamentais passou de R$ 3 bilhões em 2002 para R$ 16 bilhões em 2010, tendo dobrado a participação, passando de 14% para 28% no mesmo período. Com a realização do Fomenta pretendemos criar condições para que esses valores sejam cada vez maiores”, diz o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto.

Desde 2008, houve três versões nacionais do encontro. A quarta acontece em novembro, em São Paulo. Para o Sebrae, apesar dos avanços em âmbito federal, é preciso estimular que o tema seja trabalhado nas esferas estaduais, regionais e setoriais, em particular na aproximação comercial, para que aumente participação das micro e pequenas empresas nas compras públicas dos governos estaduais e municipais.

“A ideia é estimular que as unidades estaduais ajudem a incrementar as compras governamentais, que já estão sendo aceleradas em âmbito nacional”, afirma o gerente de acesso a mercados e serviços financeiros do Sebrae, Paulo Alvim.

Após o lançamento do edital, as unidades do Sebrae nos estados poderão enviar suas propostas para promoção dos eventos. Os projetos que contemplem programações em 2011 podem ser enviados até 24 de junho. As propostas que preveem projetos em 2012 têm de chegar à instituição até 15 de julho. Os eventos estaduais poderão receber até R$ 150 mil em recursos do Sebrae e os regionais e setoriais, até R$ 50 mil. Os estados têm que investir no mínimo 50% do custo total do projeto, sendo possível a captação com parceiros.

A participação dos micro e pequenos negócios nas compras governamentais recebeu um incentivo em 2006, desde que entrou em vigor a Lei Complementar 123/2006. A legislação prevê tratamento diferenciado e favorecido às micro e pequenas empresas nos processos licitatórios.

O volume ajudou a alavancar a participação delas nas licitações federais. Dados do Ministério do Planejamento mostram que em 2005, antes de a lei entrar em vigor, as micro e pequenas empresas respondiam por 14,3% das compras feitas pelo governo federal. Em 2010, a participação subiu para 27,7%. O volume saltou de R$ 3,8 bilhões para R$ 15,9 bilhões.



Deixe seu Comentário

Leia Também

UEMS
Curso de Libras Básico I abre inscrições nesta segunda-feira
JUSTIÇA
TRF-2 liberta segundo preso na operação que prendeu Temer
RIO NEGRO
Homem é assassinado com facada no peito durante briga em bar
INFORME PUBLICITÁRIO
Brasileiros rumo a Israel com foco em Agronegócio e Tecnologia
TEMPO
Segunda-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
UAUUUUU!!
Anitta surge de tapa-sexo para divulgar novo álbum visual
LEGISLATIVO
Agenda: Capacitação, encontro de vereadoras e audiência pública movimentam semana
RESSOCIALIZAÇÃO
Com foco na psicologia, projeto prepara detentos para a liberdade
DIREITOS HUMANOS
Comissão debaterá Reforma da Previdência terça-feira no Senado
CONTRABANDO
Carro lotado de 'muamba' é apreendido na MS-276

Mais Lidas

TRÂNSITO
Homem morre após ser atropelado por motorista que fugiu do local do acidente
RIO BRILHANTE
Homem é assassinado após matar e comer galo do vizinho
CAMPO GRANDE
Sequestro termina com suspeito morto em troca de tiros com a polícia
DOURADOS
Mulher é presa tentando entrar na PED com drogas escondidas na vagina