Menu
Busca Terça, 23 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221

Saiba evitar sustos com condomínio de imóveis em construção

28 Dezembro 2012 - 14h26

Todo mundo sonha com a casa própria, mesmo que o imóvel ainda esteja em construção. Em prédios e residenciais, no entanto, esse sonho pode ser frustrado por uma dor de cabeça: a taxa de condomínio pode ficar acima do previsto pela construtora.

Em geral, no primeiro ano após a entrega das chaves pratica-se a mensalidade calculada de acordo com as estimativas do empreendedor. Daí em diante, a conta é feita com base nos gastos de fato ocorridos nos primeiros 12 meses. E a diferença pode surpreender alguns moradores.

Uma das razões para isso é que os condomínios atuais frequentemente são mais equipados, para atrair compradores. "Vários deles contam com sauna, piscina aquecida, cyberespaço, fitness... E isso demanda muita manutenção em pouco tempo, o que acaba encarecendo bastante os valores", afirma José Augusto Viana Neto, presidente da seção paulista do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci-SP).

Outros itens que podem ser negligenciados são a manutenção de elevadores, jardins, segurança etc. Conforme a ocupação do condomínio vai crescendo, outros gastos básicos sobem também, como as contas de água. A inadimplência de parte dos moradores é outro fator que pode levar a uma alta no valor das taxas em pouco tempo.

Também existe a possibilidade de a construtora subavaliar os custos para dar a ideia de que o imóvel é atraente. Viana afirma, porém, que não existe qualquer processo registrado no Creci a esse respeito. "O que pode acontecer é que ou o custo foi mal calculado no início, ou estão pedindo mais do que o necessário após a entrega. Porém, pela minha experiência, posso afirmar que não é uma prática do mercado."

Viana explica que a melhor forma de se precaver é buscar o máximo de informações sobre os gastos condominiais no momento da compra do imóvel. "A maioria das pessoas apenas pergunta o valor e avalia se ele é ou não acessível. Mas uma boa dica é pegar uma cobrança detalhada de condomínio e ir perguntando item por item quanto está previsto de gastos com faxina, jardim, selador etc.", recomenda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEU CALOR!
Gracyane Barbosa exibe barriga sarada e corpão durante foto no deserto
ATENÇÃO
Prazo para microempreendedor regularizar situação é prorrogado até sexta-feira
Prazo para microempreendedor regularizar situação é prorrogado até sexta-feira
VEM NOVIDADES!
WhatsApp altera forma de exibir notificações no Android 8
BRASIL
Intervenção militar seria enorme retrocesso, diz comandante do Exército
Intervenção militar seria enorme retrocesso, diz comandante do Exército
SEGURANÇA
Agepen discute em Brasília integração entre sistemas de informações prisionais do país
Agepen discute em Brasília integração entre sistemas de informações prisionais do país
EMPRESÁRIOS
Começa hoje prazo para preenchimento da Rais
Começou nesta terça-feira (23) o prazo para o preenchimento da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2017. Empresários poderão enviar dados até o dia 23 de março, por meio de formulário online. De acordo com o Ministério do Trabalho, não há possibilidade de prorrogação do prazo de entrega do formulário.
ECONOMIA
Dólar fecha em alta e encosta em R$ 3,25
Dólar fecha em alta e encosta em R$ 3,25
POLÍTICA
Julgamento de Lula é "evento natural", diz Temer na Suíça
Julgamento de Lula é "evento natural", diz Temer na Suíça
MENOR TAXA
Prévia indica inflação oficial no início de 2018 0,39%
DOURADOS
Jovem apontado por tráfico no Estrela Tovi é preso

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem é preso no Canaã II por posse de munições de uso restrito
CAPITAL
Professor é preso por assediar alunos de escola pública
Professor é preso por assediar alunos de escola pública
BILIONÁRIOS
Cinco brasileiros concentram mesma riqueza que a metade pobre do país
FEMINICÍDIO
Assassinato de mãe de seis filhos foi premeditado, acredita polícia