Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Revolta Árabe: confrontos matam 18 no Iêmen

30 maio 2011 - 16h56

Pelo menos 18 pessoas foram mortas no Iêmen nesta segunda-feira (30), em meio a protestos pelo fim dos 32 anos de governo do presidente Ali Abdullah Saleh.
Caças militares atacaram uma cidade no sul do país controlada pela rede terrorista da al-Qaeda e tropas abriram fogo contra manifestantes que pediam o fim do regime de 32 anos do presidente Ali Abdullah Saleh.

Apesar dos pedidos de potências globais e regionais para que renuncie, Saleh se recusa a assinar um acordo criado para transferir o poder e evitar uma guerra civil que pode desestabilizar a principal região produtora de petróleo no mundo.

Potências globais temem que o Iêmen se torne um Estado falido, medo que aumentou desde que a al-Qaeda e outros grupos islâmicos sitiaram a cidade de Zinjibar dias atrás.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEGURANÇA
Guara Municipal e Polícia Miliar realizam Operação Saturação em Dourados
CULTURA
Mostra Audiovisual exibe neste sábado o filme 'As Filhas do Fogo'
ESTUDO
Universidade cria técnica que identifica uso de agrotóxicos em frutas
ISQUEMIA
Morre no Rio de Janeiro aos 79 anos a atriz Lady Francisco
CAPITAL
Travesti suspeita de matar vendedor com 14 facadas é presa
FAMOSOS
Débora Nascimento beija mulher e diz: “Tô solteira mesmo”
CAPITAL
Estelionatário se passa por funcionário de banco e mulher perde R$ 17 mil
DOURADOS
Continuam abertas as inscrições para eleição de conselheiros tutelares
DOMINGO
Para teste físico de concurso, Parque dos Poderes será interditado
DOURADOS
Doadores de “sábado” no Hemocentro falam sobre mais tranquilidade para o gesto de solidariedade

Mais Lidas

APÓS INVESTIGAÇÃO
Polícia conclui que atentado registrado por vereadora foi acidente de trânsito
VILA CACHOEIRINHA
“Boca” é fechada, mulher é presa e diz traficar pelo baixo valor do salário mínimo
TRÁFICO
Motorhome com destino a São Paulo é apreendido com mais de 4 toneladas de maconha
MS-156
Dupla é presa pela PF com pistolas entre Dourados e Itaporã