Menu
Busca sexta, 22 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
BOLSA FAMÍLIA

Registro de frequência escolar de beneficiários começa dia 1º

24 setembro 2017 - 17h26

O Sistema de Acompanhamento da Frequência Escolar do Bolsa Família (Sistema Presença), que acompanha mais de 15,2 milhões de estudantes beneficiários do programa em todo o Brasil, será aberto no dia 1º de outubro.

Lá, os profissionais da educação devem registrar a frequência escolar das crianças e adolescentes, na faixa de seis a 17 anos. A impressão dos formulários já está disponível no sistema. O prazo desta etapa de registro será encerrado no dia 30 de outubro.

O acompanhamento é realizado em cinco períodos bimestrais ao longo do ano. À frente desse trabalho, o Ministério da Educação atua em parceria com cerca de 50 mil coordenadores municipais e estaduais, além de auxiliares da área educacional.

Uma das condicionalidades do Bolsa Família é justamente a frequência escolar das crianças e dos adolescentes beneficiários. O objetivo é que o poder público possa atuar para garantir os direitos básicos – como a educação – às famílias que estão em situação de maior vulnerabilidade. E a ausência da escola é indício dessa condição.

"O acompanhamento tem como principal objetivo combater o abandono e a evasão escolar e, dessa forma, contribuir para a permanência e progressão dos estudos na idade apropriada de crianças e adolescentes de seis a 17 anos", reforça a coordenadora-geral de Acompanhamento da Inclusão Escolar do MEC, Simone Medeiros. O percentual mínimo é de 85% de frequência para quem tem entre seis a 15 anos e de 75% para jovens de 16 e 17 anos.

Presença

Um dos melhores índices de acompanhamento da frequência escolar de crianças e adolescentes cadastradas no Bolsa Família, na faixa de seis a 17 anos, foi registrado pelo Ministério da Educação entre junho e julho deste ano, quando o Sistema Presença contabilizou a frequência de 87,47% dos estudantes beneficiários do programa.

É o segundo maior percentual, referente ao período abordado, desde que a frequência escolar começou a ser acompanhada, em 2007. Apenas no mesmo bimestre de 2014 esse índice foi maior, chegando a 88,61%.

Uma das condicionalidades para receber o Bolsa Família é que crianças e adolescentes beneficiários comprovem frequência na sala de aula. O percentual mínimo é de 85% de frequência para quem tem entre seis e 15 anos e de 75% para jovens de 16 e 17 anos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBGE
MS tem a terceira menor taxa de desocupação do País
TENSÃO
Confrontos na fronteira com a Venezuela deixam 2 mortos e 15 feridos
ENTENDIMENTO
Juiz ministrará palestra sobre projeto de lei anticrime na segunda-feira
CAMPO GRANDE
Incêndio destrói bilheteria de circo na Capital
ANUÁRIO
Mortes no trânsito de Dourados caem 35% em 2018
FUTEBOL
Clubes aprovam e Brasileiro terá VAR em todos os jogos
POLÍCIA
Homem é flagrado com carro “recheado” de cigarros contrabandeados
BRASIL
Paulo Guedes espera aprovação da reforma da Previdência até junho
CAMPO GRANDE
Interno é encontrado morto dentro de cela de presídio
TVE/MS
Reunião discute novo organograma da Fertel e atualizações profissionais na radiodifusão

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
Prorrogadas inscrições em processo seletivo para contratação de Assistentes de Atividades Educacionais
MAIS UM
Délia exonera secretário de Saúde e adjunta assume o posto
AMAMBAI
Homem mata a ex-mulher a facadas na frente dos sete filhos
DOURADOS
Trio é preso após tentar repetir furto em loja do shopping