Menu
Busca quarta, 22 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Quenianos fazem dobradinha e dominam São Silvestre pela 8ª vez

31 dezembro 2012 - 09h50

Na primeira Corrida de São Silvestre realizada de manhã, o resultado não teve surpresas. Como era esperado, os corredores quenianos dominaram a prova. Foi a oitava vez na história que o Quênia conseguiu uma dobradinha no masculino e no feminino.

A queniana Maurine Kipchumba, de 24 anos, foi a vencedora da prova feminina, com o tempo extraoficial de 51min44s. Ela já havia vencido também a Volta Internacional da Pampulha. Jackline Sakilu, da Tanzânia, foi a segunda colocada e a queniana Rumokol Chepkanan ficou com o terceiro lugar. A brasileira Tatiele Carvalho foi a melhor do país, em sexto.

No masculino, a prova também teve amplo domínio dos africanos, e o queniano Edwin Kipsang venceu com folga, em 44min06s. O brasileiro Giovani dos Santos chegou em quarto lugar, atrás do etíope Joseph Aperumoi, vice-campeão, e o queniano Mark Korir, terceiro colocado.

A largada da elite feminina aconteceu às 8h40 de Brasília, e teve a brasileira Marily tomando a dianteira no terceiro quilômetro. Ela forçou o ritmo na descida da rua Major Natanael e disparou na avenida Pacaembu. Mas não conseguiu manter o ritmo e acabou ficando para trás do pelotão liderado pelas quenianas Nacy Kipron e Rumokol Chepkanan.

Às 9 horas, foi a vez da largada do restante dos competidores. O brasileiro Reginaldo José da Silva disparou na frente. Mas, já no começo da descida, foi ultrapassado por Giomar Pereira da Silva. Após o Pacaembu, pelotão encabeçado pelos quenianos Mark Korir e Edwin Kipsang e o etíope Joseph Aperumoi tomou a frente.

No feminino, na altura do décimo quilômetro, a queniana Maurine Kipchumba assumiu a liderança, seguida da tanzaniana Jackline Sakilu. A partir daí, a queniana só aumentou a vantagem e terminou a prova em primeiro lugar, com um tempo três minutos mais lento que o da vencedora do ano passado, a compatriota Jeptoo Priscah.

Enquanto isso, o queniano Edwin Kipsang se desgarrava do pelotão e deixava Mark Korir para trás para se sagrar o campeão da São Silvestre e levar um prêmio de R$ 50 mil. Foi a 15ª vitória do Quênia na prova masculina da São Silvestre.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO DECRETO
Exército vai definir em 60 dias quais armas cidadãos vão poder comprar
ACIDENTE
Motorista pega no sono e bate caminhão na traseira de outro na BR-163
FUTEBOL
Fifa desiste de fazer Copa do Mundo do Catar com 48 seleções
CRIME AMBIENTAL
Ambiental fecha suinocultura instalada em área protegida de nascentes
JUSTIÇA
Banco é condenado a ressarcir cheque extraviado de R$ 29 mil
UEMS
Estão abertas as inscrições para a VI edição do Enepex
CULTURA
Sexta edição do Bonito Blues & Jazz Festival acontece no feriado de Corpus Christi
CAPITAL
Após horas de terror, motorista feito refém diz que vai deixar a profissão
REFORMA ADMINISTRATIVA
Câmara aprova redução do nº de ministérios e mantém Coaf na Economia
TRÊS LAGOAS
Jovem é flagrado com plantação de maconha em casa: 'Fiz para evitar traficantes'

Mais Lidas

DOURADOS
Presos fazem motim na PED em ala ocupada por membros de facção criminosa
POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
ACIDENTE
Motociclista avança preferencial, colide com outra moto e morre
EDUCAÇÃO
Greve atinge escolas em Dourados e prejudica merenda, inspeção e limpeza