Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
(67) 99659-5905
RURAL

Próxima safra de grãos deve ficar entre 224 e 228 milhões de toneladas

10 outubro 2017 - 09h42Por Da Redação

A estimativa de intenção de plantio para a safra 2017/2018 de grãos aponta para uma produção entre 224,1 a 228,2 milhões de toneladas, o que representa um recuo entre 6 e 4,3% em relação à safra passada, de 238,5 milhões de toneladas. Os números estão no 1º Levantamento da  safra 17/18, divulgado nesta terça-feira (10) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Condições climáticas altamente favoráveis contribuíram para a safra passada alcançar recorde histórico. Tais condições dificilmente se repetirão, por isso a expectativa de redução produtiva. Com relação à área plantada, espera-se a manutenção ou um aumento de até 1,8% sobre a safra 2016/2017, podendo atingir números aproximados de 61 a 62 milhões de hectares, graças ao aumento do plantio de algodão e, sobretudo, da soja. 

A produtividade deve sofrer redução para praticamente todas as culturas. A previsão se baseia nas análises estatísticas das séries históricas e dos pacotes tecnológicos utilizados nos últimos anos, uma vez que recém começou o plantio das culturas de primeira safra. 

Soja e milho continuam como as principais culturas e devem responder por cerca de 89% do total produzido no país. A expectativa é de que a produção de soja alcance entre 106 e 108 milhões de toneladas e a do milho total, 93,5 milhões, distribuídas entre primeira e segunda safra. 

A área para milho primeira safra, que sofre a concorrência do cultivo de soja, deve ser reduzida  entre 10,1% a 6,1% em relação a 2016/2017, o que vai refletir na diminuição da área absoluta entre 552,5 e 336,3 mil hectares. Já a soja, que vem oferecendo maior liquidez e possibilidade de melhor rentabilidade frente a outras culturas, deve alcançar maior área para produção, com um incremento médio de cerca de 2,7% comparado à safra passada, algo entre 34,5 e 35,2 milhões de hectares.

Produtos como algodão, feijão preto, girassol e mamona deverão aumentar sua produção. O algodão deve ter também aumento de área em relação à safra anterior.  A pesquisa foi feita nos principais centros produtores de grãos do país, entre os dias 24 a 29 de setembro.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Toque de recolher segue estendido até taxa de isolamento melhorar
CASSEMS
Usina fotovoltaica vai abastecer rede hospitalar em julho
CONTRABANDO
Abordagens terminam com quase meio milhão de maços de cigarros apreendidos
EDUCAÇÃO
Prazo de coleta de dados do Censo da Educação Superior termina hoje
CRIME BÁRBARO
Homem que matou vítima violentamente é preso em Novo Horizonte do Sul
INFRAESTRUTURA
Licitação para duplicar trecho urbano da MS-156 em Dourados é agendada para julho
VILA INDUSTRIAL
Vítima imobiliza assaltante que o ameaçava com arma de brinquedo
RURAL
Vazio sanitário da soja começa no dia 15 de junho em MS
MATO GROSSO DO SUL
Integrantes de facção criminosa são pronunciados e vão a júri
DOURADOS
Homem é autuado por roubo após aplicar golpes em entregadores

Mais Lidas

PANDEMIA
Em disparada, casos de Covid-19 tem novo recorde diário e passam de 400 em Dourados
EPICENTRO
Casos de coronavírus "explodem" e Dourados registra recorde de confirmações
PANDEMIA
Comitê aponta surtos de coronavírus em dois pontos de Dourados
DOURADOS
Conselho aponta riscos de contaminação em massa por coronavírus no HV