Menu
Busca quinta, 05 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221

Produtos orgânicos chegam a apenas 27% dos supermercados

06 junho 2011 - 07h50

De cada R$ 100 vendidos pelos supermercados brasileiros, apenas R$ 0,54 são lucrados com a venda de produtos orgânicos, de acordo com dados da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Mas a demanda está crescendo. Até alguns anos poucos varejistas investiam na comercialização dos itens. Atualmente os alimentos orgânicos estão presentes nas prateleiras de 27% dos supermercados do país. O aumento da demanda por produtos orgânicos beneficia principalmente os pequenos empresários.



Segundo dados da Associação Brasileira de Orgânicos (Brasilbio), que reúne os produtores, processadores e certificadores, 80% dos produtores de orgânicos no país são agricultores familiares. Em todo o Brasil há 90.497 empreendedores que produzem os alimentos sem agrotóxicos, segundo o Censo Agropecuário 2006, último levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia de Estatística (IBGE).



Os pequenos são os que mais lucram com o aumento do faturamento do setor. Segundo a Brasilbio, em 2011 os produtores devem faturar 40% acima dos R$ 500 milhões registrados no ano passado. A expectativa é chegar a R$ 700 milhões neste ano. “O volume ainda é baixo, mas este é um movimento novo, com tendência a crescer muito. E quem mais lucra são os pequenos. A maioria dos produtores no Brasil são agricultores familiares que vendem para grandes varejistas e atacadistas”, afirma o presidente da Brasilbio, José Alexandre Ribeiro.



Uma das primeiras redes brasileiras a investir na alimentação sem agrotóxicos, o Grupo Pão de Açúcar comercializa orgânicos há 15 anos e atualmente conta com cerca de 130 fornecedores em todo o país. Nas prateleiras há mais de 300 produtos disponíveis. No ano passado a rede vendeu R$ 75 milhões em produtos orgânicos e a expectativa é que as vendas cresçam entre 30% e 40% em 2011. “Há 10 anos somente verduras e legumes estavam disponíveis nas lojas. Hoje, além dos itens in natura, temos carne, massas, molhos e todos os componentes para uma refeição completa e saborosa”, afirma a gerente de orgânicos do Grupo Pão de Açúcar, Sandra Caires Sabóia.



Produtora há 25 anos de alimentos orgânicos, a Fazenda Malunga, localizada a 70 quilômetros de Brasília, viu todo o avanço do mercado. No início, ela e o marido, Joe Carlo Viana, vendiam a produção em uma feira semanal realizada na Universidade de Brasília (UnB). A mercadoria era transportada no porta-malas do carro. Atualmente fornecem para 60 supermercados de Brasília e de Goiânia, além de fazerem entregas diárias a 200 domicílios. Por dia, são mais de 1 mil caixas de legumes e verduras. O número de funcionários saltou de 12, em 2001, para 220. “A demanda cresceu mesmo foi nos últimos 10 anos. Os supermercados abriram mais espaços para os produtos agrícolas porque o consumidor está pedindo por estes produtos”, afirma a proprietária da marca, Clezane Ribeiro Pereira.



Com o objetivo de gerar visibilidade e disseminar os benefícios dos alimentos produzidos sem agrotóxicos, o Ministério da Agricultura, em parceria com o Sebrae e diversas outras instituições, está promovendo até o próximo dia 5 de junho a 7ª Semana dos Alimentos Orgânicos. O tema da edição deste ano é “Produtos Orgânicos – ficou mais fácil identificar”, com foco na divulgação do selo Produto Orgânico Brasil, que ajuda os consumidores a identificar esses produtos, e da Declaração de Cadastro do Agricultor Familiar, ambos instituídos pelo ministério.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Douradense pode economizar quase R$ 50 na carne de primeira e até R$ 17 na de segunda
SÃO GABRIEL DO OESTE
Ambiental autua empresa em R$ 3 mil por exploração e armazenamento de madeira ilegal
CAMPO GRANDE
Polícia flagra estelionatário tentando comprar bicicleta elétrica
DOURADOS
Prefeitura licitará dia 18 empresa para confeccionar carnês do IPTU
PIONEIRO
Conhecido por entregar leite na região do Água Boa, Bruno de Brum morre em Dourados
ECONOMIA
Inflação para famílias com até dois mínimos registra 0,56% em novembro
Educação
Estão abertas as inscrições para o vestibular do Polo de Ensino a Distância Mackenzie em Dourados.
DOURADOS
Calendários do projeto Natal do Bem estão à venda no Dourados News
NEGÓCIOS & CIA
O que faz com que algumas pessoas tenham resultados acima da média?
BRASIL
Coordenadores têm até amanhã para preencher questionário do Enade

Mais Lidas

LEGISLATIVO
Câmara de Vereadores entrega homenagens e honrarias a personalidades de Dourados
PRIVATIZAÇÃO
Consórcio arremata MS-306 e gera R$ 605 milhões para Estado investir em outras rodovias
BRASILEIRÃO
Desesperado, Cruzeiro entra em campo hoje para fugir do rebaixamento
DOURADOS
Ministério Público quer prefeitura trocando comando da Funsaud