Menu
Busca sexta, 14 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
ECONOMIA

Produção industrial cai em agosto após 4 meses de alta, diz IBGE

03 outubro 2017 - 10h48

A produção da indústria brasileira caiu 0,8% em agosto frente a julho, informou nesta terça-feira, dia 03 de outubro, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). É a primeira queda após quatro altas seguidas - nesse período, o crescimento acumulado foi de 3,3%. Em comparação com agosto de 2016, no entanto, houve crescimento de 4% - melhor resultado para o mês desde 2010.


O setor de produtos alimentícios caiu 5,5%, depois de três meses consecutivos de crescimento, e foi o que mais contribuiu para a queda do índice, seguido por máquinas e equipamentos (-3,8%); coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-1,6%) e indústrias extrativas (-1,1%).

O gerente da pesquisa, André Macedo, afirma que a produção de açúcar teve forte contribuição tanto para as altas registradas anteriormente na indústria de alimentos quanto para a queda de agosto. “O açúcar é um produto com peso nesse setor. Sua produção foi favorecida pela antecipação da moagem da cana, em decorrência do clima seco que predominou nas regiões Centro-Oeste e Sudeste nos últimos meses”, explica.

No acumulado do ano até agosto, o avanço do setor industrial é de 1,5%, e no acumulado de 12 meses, a queda é de 0,1%, prosseguindo com a redução no ritmo de queda iniciada em junho de 2016 (-9,7%), segundo o IBGE.

Macedo explicou que a queda da produção frente a julho foi concentrada em poucos grupos, mas de muita relevância, e não significa um rompimento de tendência, e sim um movimento pontual e concentrado, sem mudar a conjuntura.

De acordo com o instituto, em agosto, o setor industrial volta a mostrar em agosto menor ritmo produtivo, com a queda de 0,8% eliminando parte do ganho de 3,3% acumulado em quatro meses consecutivos de crescimento na produção. Contudo, mesmo com o total da indústria mostrando queda, houve predomínio de taxas positivas, já que 16 dos 24 ramos investigados apontaram avanço na produção.

O IBGE ressalta que, mesmo com o ganho de ritmo observado a partir de novembro de 2016, a produção da indústria recuperou apenas pequena parte das perdas registradas nos últimos anos e ainda encontra-se 17,8% abaixo do nível recorde alcançado em junho de 2013.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Homem é assassinado a facadas horas após sair da prisão
CONFIRA
IFMS divulga resultado para ingresso em cursos técnicos integrados
EDUCAÇÃO
Pré-matrícula para veteranos da Uems vão de 21 de janeiro até 9 de fevereiro
ESCÂNDALO
Defesa de João de Deus afirma não ter tido acesso a depoimentos
HISTÓRIA
Publicada Resolução que cria Centro de Memória da Assembleia Legislativa
LOTERIA
Mega pode pagar prêmio de R$ 42 milhões amanhã
AÇÃO
MP vai à Justiça para que Imol de Dourados receba equipamentos
AQUIDAUANA
Casa é consumida pelo fogo e gestante perde todo o enxoval
REDE ESTADUAL
Concurso para professores terá reforço na segurança, transporte e esquema especial de trânsito
CENTRALIZAÇÃO
Decreto cria 'Poupatempo' em Dourados

Mais Lidas

BOAS FESTAS
Operação contra tráfico e roubo termina com cinco presos em Dourados
LUTO
Morre em Dourados empresário dono de tradicional restaurante
MESA DIRETORA
Após polêmicas e ‘novela’, Alan Guedes é eleito presidente da Câmara de Dourados
BOAS FESTAS
Ação conjunta mira traficantes em Dourados