Menu
Busca segunda, 03 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Primeiro-ministro da Inglaterra: 'Eleição de Blatter é uma farsa'

08 junho 2011 - 12h54

O primeiro-ministro da Inglaterra, David Cameron, questionou a reeleição de Joseph Blatter num momento em que a Fifa está rodeada de acusações de suborno e corrupção. O chefe do governo lembrou que a reputação da entidade está baixa:

- É claro que a eleição de Blatter, candidato único, foi uma farsa. A Fifa precisa ser mais transparente e responsável.

Cameron também disse que a Federação Inglesa de Futebol (FA) tem um papel importante na reforma da Fifa e, embora com a crise da entidade, não pode se isolar.

Joseph Blatter foi reeleito para um novo mandato de quatro anos à frente da Fifa. Presidente da entidade desde 1998, o dirigente suíço obteve 186 dos 208 votos possíveis. Ele era o único candidato do pleito.

Fonte: Lance Net

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Ex-prefeito de Aquidauana é multado em R$ 13 mil por falta de transparência
BATAGUASSU
Polícia serra assoalho de veículo e encontra 108 quilos de maconha
UEMS
Inscrições abertas para seleção de docente Tradutor e Intérprete de Libras
POLÍTICA
Senador Nelsinho Trad conseguiu liberar R$ 59,4 milhões para MS em julho
NOVA ANDRADINA
Homem é preso por desacato e dirigir veículo sob influência do álcool
JUSTIÇA
TJ/MS lança Consulta Pública e declara aberto Planejamento Estratégico 2021-2026
INVESTIMENTO
Sanesul assina ordem de serviço para melhorias da rede de água em Aparecida do Taboado
COXIM
PRF apreende mais de 100 kg de maconha em carro com três crianças
EMPREGO
UEMS abre inscrições para a seleção de professores temporários
CAPITAL
Em surto, jovem mantém tia e mãe em cárcere e diz poderia haver mortes

Mais Lidas

ACIDENTE
Motociclista perde controle da moto e invade estabelecimento na Marcelino Pires
ACIDENTE
Jovem é atropelado em Dourados e motorista foge do local sem prestar socorro
TRÁFICO DE DROGAS
Força Aérea persegue pilotos que sobrevoavam MS com mais de 1 t de cocaína
DOURADOS
Quatro pessoas são presas acusadas de fazerem parte de facção criminosa