Menu
Busca segunda, 17 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
POLÍTICA

Presidente Bolsonaro anuncia criação do Conselho da Amazônia

22 janeiro 2020 - 07h31Por G 1

O presidente Jair Bolsonaro anunciou a criação do Conselho da Amazônia e de uma Força Nacional para atuar na proteção do meio ambiente da região. O vice-presidente Hamilton Mourão vai coordenar o conselho.

O colegiado vai concentrar as ações de todos os ministérios voltadas para a proteção, defesa e desenvolvimento sustentável da Amazônia.

A Força Nacional Ambiental vai atuar nos moldes da Força Nacional de Segurança Pública para proteger a região, segundo o governo.

Em entrevista à jornalista Cristiana Lôbo, da GloboNews, o vice-presidente Hamilton Mourão falou que o governo vai ser mais proativo na preservação da Amazônia.

"A Amazônia desperta o interesse e visões de todas as pessoas do resto do mundo, nós temos que ter uma atitude, digamos assim, mais incisiva em relação ao que lá acontece", disse o vice-presidente.

O blog do jornalista João Borges no G1 destacou que "gestores de grandes fundos de investimentos estrangeiros avisaram o governo brasileiro que não mais aplicariam dinheiro no país por causa da política ambiental para a Amazônia."

O ministro do Meio Ambiente explicou que o conselho vai coordenar todas as estruturas que já atuam no combate ao desmatamento e incorporar temas como a regularização fundiária. Ricardo Salles disse que não há prazo para a implementação do conselho ou para a convocação da Força Nacional, nem qual será o custo.

No ano passado, o presidente Jair Bolsonaro acabou por decreto com dois órgãos que tinham atribuições semelhantes ao Conselho da Amazônia. Reuniam e integravam ministérios para ações voltadas ao combate do desmatamento, mas com a participação da sociedade civil.

O diretor do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia disse que as medidas são bem-vindas desde que sejam continuadas.

"Está criando um espaço de atenção para a Amazônia através de um conselho que a gente entende que vai unificar um conjunto de ações públicas e de política públicas pra Amazônia, isso é importante. O que a gente espera como técnicos, como pessoas que trabalham com Amazônia é que essa políticas sejam efetivas e continuadas para que o problema seja resolvido de fato concretamente e pra isso a gente precisa de atuação a longo prazo", disse André Guimarães.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Acadêmicos da Unigran podem estudar na Espanha
CAARAPÓ
Carro é apreendido transportando 50 pneus contrabandeados
FISCALIZAÇÃO
Procon notifica 56 postos de combustível a prestar informações sobre estoque e preços
MS
Exportações de soja e milho caem em janeiro
DOURADOS
Propostas para construir bases de 190 casas variam quase meio milhão de reais
BRASIL
Anvisa descarta suspeita de coronavírus em navio no Porto de Santos
MS
PF cita prioridade em investigação sobre suposto atentado contra deputado federal
UNIVERSIDADE
UEMS abre 551 vagas para 32 cursos em 13 cidades
ESTADO
Plantio do milho segue atrasado em comparação com safra anterior
TRÁFICO
Veículo roubado em SP é apreendido com 80kg de maconha

Mais Lidas

VILA SÃO BRÁS
Venezuelanos são flagrados consumindo maconha em bairro de Dourados
DOURADOS
Ferido com tiro no peito, entregador chega pilotando moto na UPA
DOURADOS
VÍDEO: Internos 'batem grade' e queimam colchões em princípio de rebelião na Unei
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia