Menu
Busca sábado, 17 de novembro de 2018
(67) 9860-3221

Poupança registra saída de R$ 1,3 bilhão em maio, informa BC

06 junho 2011 - 10h32

As retiradas da caderneta de poupança superaram os depósitos em R$ 1,3 bilhão em maio deste ano, informou o Banco Central nesta segunda-feira (6). Foi a maior retirada líquida de recursos para meses de maio desde 2006, quando R$ 1,56 bilhão foram sacados.

No acumulado dos cinco primeiros meses deste ano, ainda segundo dados da autoridade monetária, as saídas de recursos superaram as entradas em R$ 3,06 bilhões. Trata-se do pior resultado para o período também desde 2006 - quando houve uma retirada de R$ 8,5 bilhões da poupança.
Em todo ano de 2010, a poupança recebeu um volume recorde de recursos (R$ 38,68 bilhões), apesar do baixo rendimento.

Depósitos e retiradas

Em maio de 2011, de acordo com o Banco Central, os depósitos de recursos na caderneta de poupança somaram R$ 107,4 bilhões, enquanto que as retiradas totalizaram R$ 108,7 bilhões. Ao fim do período, o saldo total de recursos depositados na poupança somou R$ 386 bilhões, contra R$ 378,7 bilhões no fechamento de 2010. Já o rendimento creditado nas contas dos poupadores somou R$ 2,07 bilhões no mês passado.

Rendimento

De janeiro a maio deste ano, a caderneta de poupança apresentou um rendimento de cerca de 3%. No mesmo período, os fundos de renda fixa, de acordo com dados da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid), apresentaram uma remuneração de 5%, enquanto que os fundos referenciados em DI (que acompanham os juros básicos da economia) apresentaram rendimento de 4,6%.

Na poupança, cuja correção é determinada pela variação da taxa referencial (TR) mais 0,5% ao mês, não é cobrada taxa de administração e nem Imposto de Renda (IR) - ao contrário dos investimentos em fundos. Nos cinco primeiros meses deste ano, o ingresso de recursos nos fundos de investimento somou cerca de R$ 40 bilhões.

Crédito imobiliário
As aplicações em caderneta de poupança estão divididas em duas modalidades: Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e a chamada poupança rural.

No caso do SBPE, 65% dos recursos devem ser destinados a empréstimos imobiliários, o que aumenta a disponibilidade de financiamentos para a compra da casa própria, e, na poupança rural, os recursos são canalizados para o desenvolvimento da agricultura.

Nos cinco primeiros meses de 2011, o SBPE teve uma retirada líquida (acima do volume de depósitos) de R$ 1,36 bilhão. A saída de recursos da caderneta de poupança, portanto, não é positiva para o crédito imobiliário.

Fonte: Banco Central

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
União já pagou este ano R$ 3,5 bi em dívidas atrasadas dos estados
TRÊS LAGOAS
Homem cai em golpe ao tentar comprar carro na internet
MATO GROSSO DO SUL
Edital para inserção de jovens no mercado de trabalho está aberto até dezembro
Processo visa a seleção de entidades que possam atuar, em parceria com a SED, no acompanhamento de estudantes, matriculados no ensino médio, para a atuação profissional.
TV
Samantha Schmütz celebra papel dramático em 'Carcereiros': 'Porta para o público me ver de uma maneira diferente'
CAPITAL
Motorista sem CNH fura sinal, foge da polícia e acaba preso dentro de casa
BRASIL
Defensoria Pública pede à Justiça manutenção de regras do Mais Médicos
FAMOSA
Susana Vieira abre o jogo sobre luta contra a leucemia: “Perguntei ao médico quando vou morrer”
CAPITAL
Mais de 20 acidentes foram registrados nesta madrugada em Campo Grande
ANIVERSÁRIO
Paranhos comemora 31 anos neste sábado
CAMPO GRANDE
Temendo novo ataque, família restringe informações sobre saúde de rapaz baleado em atentado

Mais Lidas

DOURADOS
Carro fica submerso em túnel alagado e homem precisa quebrar o vidro para sair
DOURADOS
Chuva forte deixa ruas e até rodoviária alagada
TRÁFICO
Mulher é presa em Dourados com maconha e haxixe escondidos em painel de carro blindado
DOURADOS
“Nervoso e agradecendo a Deus”, conta bombeiro que socorreu jovem no túnel no Parque das Nações