Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
BRASIL

PF prende homem por compartilhar cenas de abuso sexual infantil

23 agosto 2019 - 12h50Por Agência Brasil

Agentes da Polícia Federal cumpriram na manhã de hoje (23/8) mandado de busca e apreensão de homem que compartilhava arquivos com cenas de abuso sexual de crianças e de adolescentes em rede internacional há cerca de um ano.

O homem trabalhava como técnico de som em uma boate e vivia com mulher e filha. Ele foi preso em casa, no bairro da Freguesia de Jacarepaguá, zona oeste do Rio.

Com ele, foi encontrado um notebook contendo inúmeros arquivos com cenas de violência sexual contra crianças, o que configura crime, com base no artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), razão pela qual foi preso em flagrante.

Todos os equipamentos apreendidos serão encaminhados para a perícia técnica para aprofundamento das investigações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPERAÇÃO CARNAVAL
Polícia alerta para aumento em até 40% de veículos em rodovias de MS
ESPORTE
Abertas as inscrições para o estadual de beach tennis
APÓS CONFRONTO
Força Nacional é enviada ao Ceará para apoio nas ações de segurança
CAMPO GRANDE
TJ decide ser contra o desmatamento do Parque dos Poderes
DOURADOS
Após goteiras e reclamações, prefeitura anuncia melhorias estruturais no aeroporto
AGENDAMENTOS
Cassems alerta que falta a consultas sem justificativas atrapalha andamento das unidades de saúde
COMÉRCIO E WHATSAPP
Após série de denúncias, delegado faz alerta a novos golpes em Dourados
ESTADUAL DE FUTEBOL
Vitória garante ao Águia vaga antecipada para as quartas
ARQUITETURA & DESIGN
Juliana Saraiva fala sobre a importância de recepções nos consultórios
INFORME PUBLICITÁRIO
Além do conforto: troca de colchão proporciona qualidade de vida e evita doenças

Mais Lidas

APÓS 9 ANOS
Hipermercado fecha as portas em Dourados no final do mês
DOURADOS
Policial aposentado mata homem e diz ter sido ameaçado com faca
VIOLÊNCIA
Homem é assassinado em frente a padaria em Dourados
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018