Menu
Busca quarta, 20 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
BRASIL

Pelo 5º ano, Brasil é último em ranking sobre retorno dos impostos

01 junho 2015 - 16h15

G1

O Brasil segue na última colocação no ranking que mede o retorno oferecido em termos de serviços públicos de qualidade à população em relação ao que o contribuinte paga em impostos. Segundo o estudo divulgado nesta segunda-feira (1) pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (BPT), o país ficou pela 5ª vez seguida na "lanterninha" da lista.

O estudo avaliou os 30 países com as maiores cargas de tributos. O ranking leva em consideração a arrecadação de tributos do país em todas as suas esferas (federal, estadual e municipal) em relação ao PIB (Produto Interno Bruto) de 2013 e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Organização das Nações Unidas (ONU), que mede a qualidade de vida e bem-estar da população.

A Austrália ficou em 1º lugar no chamado Índice de Retorno de Bem Estar à Sociedade (IRBES), seguida da Coreia do Sul e dos Estados Unidos. Na edição anterior do estudo, os 3 primeiros colocados foram, respectivamente EUA, Austrália e Coreia do Sul.

O Brasil ficou na 30ª posição do ranking, atrás de países como Uruguai (11º) e Argentina (19º) e Grécia (16º).

“Mesmo com os sucessivos recordes de arrecadação tributária, - marca que, em 2015, já chegou aos R$ 800 bilhões de tributos-, o Brasil continua oferecendo péssimo retorno aos contribuintes, no que se refere à qualidade do ensino, atendimento de saúde pública, segurança, saneamento básico, entre outros serviços. E o pior, fica atrás de outros países da América do Sul”, destaca o presidente-executivo do IBPT, João Eloi Olenike.

O estudo aponta que, apesar de terem carga tributária muito próxima à do Brasil - que em 2013 foi de 35,04% do PIB -, países como Islândia (35,50%), Alemanha (36,70%) e Noruega (40,80%) estão muito à frente no que se refere a aplicação dos recursos em benefício da população, ocupando, respectivamente a 14ª, 15ª e 18ª posições
.
O destaque desta edição foi o Reino Unido, que passou do 17º para o 10º lugar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

THETAHEALING
Capital sedia curso sobre cura energética no final de semana
EM BRASÍLIA
Reforma da Previdência deve incluir interesses de estados e municípios, diz Reinaldo Azambuja
SUSTO
Cascavel é capturada em cômodo de casa na Capital; veja vídeo
DARUK
PF prende homem em operação contra pedofilia em MS
BRASIL
MEC vai rever texto da base de formação de professores
ASSEMBLEIA
Cota zero volta a ser debatida com sugestão de autorização para captura de jacarés
CAMPO GRANDE
Veneno em carne crua mata cinco animais na Capital
BRASIL
Gabaritos do Enade 2018 já estão disponíveis no site do Inep
MS
Concurso da Educação: Governo abre prazo para recurso das provas para administrativos
APARECIDA DO TABOADO
MPMS pede que Sanesul substitua tubulação que contenha amianto asbesto

Mais Lidas

CRIME EM 10 DE FEVEREIRO
Acusados de matar jovem a facadas em Dourados se apresentam à polícia
DOURADOS
"Lata de sardinha": universitários sofrem com ônibus lotados para chegar até Universidades
TRÁFICO
Trio é preso com mais de meia tonelada de cocaína
DOURADOS
Polícia busca imagens para chegar a motociclista que atropelou e matou criança