Menu
Busca quarta, 20 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

Paquistão: acusado de destruir livros do Alcorão é queimado vivo

22 dezembro 2012 - 18h40



Uma multidão queimou vivo neste sábado, no sul do Paquistão, um homem que supostamente tinha incinerado exemplares do Alcorão, o livro santo do islamismo, informou em sua versão digital o jornal Express. O grupo o retirou de uma delegacia da cidade de Seeta, na província de Sindh, onde ele estava preso acusado de blasfêmia. Em seguida, a multidão ateou fogo no homem em frente ao local.

Segundo o imã de Seeta, Usman Memon, a vítima tinha dormido uma noite na mesquita do povoado, onde os fiéis encontraram no dia seguinte exemplares queimados do Alcorão. "Como ele foi a única pessoa que tinha dormido na mesquita, levamos o homem à delegacia", explicou Memon.

O jornal Express informou que 200 moradores da cidade foram acusados de assassinato e obstrução ao trabalho da justiça, e que dez policiais foram suspensos por "negligência".

A dura legislação antiblasfêmia vigente no Paquistão foi estabelecida durante a dominação colonial britânica para prevenir choques religiosos, mas nos anos 80 uma série de reformas comandadas pelo ditador Ziaul Haq favoreceu o abuso da lei. Desde então, ocorreram no Paquistão milhares de acusações de blasfêmia, quase sempre a pedido de imãs locais que tentam amedrontar minorias religiosas, especialmente cristãos e ahmadis, vertente do islamismo considerado herético no Paquistão.

O caso que adquiriu mais notoriedade nos últimos anos foi da menina cristã Rimsha Masih. Um tribunal de Islamabad libertou em setembro a menor, que sofre de problemas mentais, ao rejeitar a acusação de que ela teria queimado páginas do Alcorão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Dupla armada rende família para roubar joias, celulares e dinheiro
EDUCAÇÃO
IFMS divulga locais de prova do Exame de Seleção 2020
NORTE DE MS
Após 14 anos, MS registra casos de raiva bovina, com quatro mortes
SELEÇÃO
Comarca de Angélica abre processo seletivo para estagiários de Direito
CORUMBÁ
Mulher é arrastada após ficar com braço preso no carro do ex-namorado
DOURADOS
Mulheres são presas com maconha dentro de ônibus
BRASIL
CCJ da Câmara aprova PEC da prisão em segunda instância
RIBAS DO RIO PARDO
Homem é preso após comprar catuaba para adolescentes
GOVERNO PRESENTE
Murilo ressalta obras e diz que novos projetos estão em construção em Dourados
MATO GROSSO DO SUL
Seminário debate atenção às mulheres em situação de violência no dia 29

Mais Lidas

ESTELIONATO
Suspeita de aplicar golpes em Dourados é presa na Paraíba
OPERAÇÃO PATRON
Dono de loja de importados na fronteira também é alvo de operação
TENTATIVA DE FEMINICÍDIO
Ex esperou mulher chegar de curso para tentar matá-la no Estrela Verá
OPERAÇÃO PURIFICAÇÃO
Justiça Federal aceita denúncia contra cinco suspeitos de corrupção na Funsaud