Menu
Busca Quinta, 18 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221
Corpal - Dezembro 2017

Número de denúncias de violação de direitos humanos aumenta 77%

10 Dezembro 2012 - 15h45

Balanço divulgado nesta segunda-feira (10) pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República mostra que denúncias de violações aos direitos humanos aumentaram 77% em 2012 em relação ao mesmo período de 2011.

Dados do Disque 100 mostram que de janeiro a novembro deste ano foram feitas 155.336 denúncias contra 87.764 realizadas em 2011.

Segundo o balanço, as denúncias de violações contra idosos foram as que mais aumentaram: 199%: de 7.160, em 2011, para 21.404, em 2012. No entanto, as denúncias contra violação a crianças e adolescentes ainda é a maior: 120.344.

Em 2012, foram realizadas 7.527 denúncias contra gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais; 7.257 denúncias sobre pessoas com deficiência, 489 sobre população de rua e 2.742 denúncias sobre outras categorias, como população carcerária.

A pesquisa mostra que os negros são os mais agredidos em todas as categorias pesquisadas. Crianças e adolescentes negros, por exemplo, lideram com 61% dos casos. Já entre os idosos, os negros ficam na frente com 36,2% e entre pessoas com deficiência, 59,3%.

A ministra da secretaria, Maria do Rosário, afirmou que o aumento de denúncias não significa aumento da violência.

“Há violência, mas que agora ela não está mais invisível”, disse Rosário.

O estado que está no topo do número de aumento de denúncias é o Amapá, com 153% (428), contra 169 ano passado. O que registrou o menor crescimento em denúncias foi o Piauí, com 48% (2976), contra 2012 no ano anterior.

Considerando o número de denúncias por habitante, o Distrito Federal está na frente registrando 4.729 em 2012, o que equivale a 92 denúncias para cada 50 mil habitantes. “Isso mostra que o Distrito Federal aderiu ao Disque 100, o que nos deixa feliz”, disse a ministra.

O disque denúncia foi lançado em 2003 pelo governo federal e até novembro deste ano já recebeu e encaminhou 396.693 denúncias em todo o país. As denúncias de violações de direitos humanos são examinadas e encaminhadas para os órgãos responsáveis para apuração e providências cabíveis, considerando as especificidades das vítimas.

O serviço do Disque 100 funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive aos domingos e feriados. A ligação é gratuita, podendo ser realizada de qualquer terminal telefônico e atende ligações de todo o território nacional.

2013

O governo afirmou que para 2013 o Disque 100 terá um canal para atendimento de denúncias contra torturas sofridas por presidiários e também vão equipar 500 Conselhos Tutelares com carros, computadores, internet, telefones e geladeiras, para que possam fazer tanto o acolhimento das denúncias, como prestar o correto atendimento dos casos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EITA, EITA!
Participante do BBB18 adora mandar nudes
DOURADOS
Chuva intensa alaga túnel do Parque das Nações II
POLÍTICA
Recurso é negado pela Justiça Federal e interrogatório de Lula é mantido
REGIÃO
Em parceria com prefeito Marquinhos, Geraldo garante novas ações para Vicentina
ECONOMIA
Dólar tem nova queda e volta a R$ 3,20
Dólar tem nova queda e volta a R$ 3,20
POLÍCIA
Trio de assaltantes atira em idoso durante assalto
Trio de assaltantes atira em idoso durante assalto
BONITO
Tio encontra sobrinho morto no quintal de casa
Uma trouxinha de maconha foi encontrada no quarto do jovem;
MS
Divulgada resolução que orienta sobre inscrições no Programa Vale Universidade
Divulgada resolução que orienta sobre inscrições no Programa Vale Universidade
MEDIDA
Moro ordena transferência de Sérgio Cabral do Rio para o Paraná
MEDIDA
Construtora deve manter acordo contratual sem cobrança de juros abusivos
Construtora deve manter acordo contratual sem cobrança de juros abusivos

Mais Lidas

DOURADOS
Homens são presos após assaltar jovens e roubar caminhonetes
DOURADOS
Homem é preso por posse de armas, droga e relógios roubados
QUADRILHA
Polícia prende suspeitos de sequestrar jovem em frente a hospital
NOVA ALVORADA
Homem é assassinado com cinco tiros enquanto caminhava