Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Número de denúncias de violação de direitos humanos aumenta 77%

10 dezembro 2012 - 15h45

Balanço divulgado nesta segunda-feira (10) pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República mostra que denúncias de violações aos direitos humanos aumentaram 77% em 2012 em relação ao mesmo período de 2011.

Dados do Disque 100 mostram que de janeiro a novembro deste ano foram feitas 155.336 denúncias contra 87.764 realizadas em 2011.

Segundo o balanço, as denúncias de violações contra idosos foram as que mais aumentaram: 199%: de 7.160, em 2011, para 21.404, em 2012. No entanto, as denúncias contra violação a crianças e adolescentes ainda é a maior: 120.344.

Em 2012, foram realizadas 7.527 denúncias contra gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais; 7.257 denúncias sobre pessoas com deficiência, 489 sobre população de rua e 2.742 denúncias sobre outras categorias, como população carcerária.

A pesquisa mostra que os negros são os mais agredidos em todas as categorias pesquisadas. Crianças e adolescentes negros, por exemplo, lideram com 61% dos casos. Já entre os idosos, os negros ficam na frente com 36,2% e entre pessoas com deficiência, 59,3%.

A ministra da secretaria, Maria do Rosário, afirmou que o aumento de denúncias não significa aumento da violência.

“Há violência, mas que agora ela não está mais invisível”, disse Rosário.

O estado que está no topo do número de aumento de denúncias é o Amapá, com 153% (428), contra 169 ano passado. O que registrou o menor crescimento em denúncias foi o Piauí, com 48% (2976), contra 2012 no ano anterior.

Considerando o número de denúncias por habitante, o Distrito Federal está na frente registrando 4.729 em 2012, o que equivale a 92 denúncias para cada 50 mil habitantes. “Isso mostra que o Distrito Federal aderiu ao Disque 100, o que nos deixa feliz”, disse a ministra.

O disque denúncia foi lançado em 2003 pelo governo federal e até novembro deste ano já recebeu e encaminhou 396.693 denúncias em todo o país. As denúncias de violações de direitos humanos são examinadas e encaminhadas para os órgãos responsáveis para apuração e providências cabíveis, considerando as especificidades das vítimas.

O serviço do Disque 100 funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive aos domingos e feriados. A ligação é gratuita, podendo ser realizada de qualquer terminal telefônico e atende ligações de todo o território nacional.

2013

O governo afirmou que para 2013 o Disque 100 terá um canal para atendimento de denúncias contra torturas sofridas por presidiários e também vão equipar 500 Conselhos Tutelares com carros, computadores, internet, telefones e geladeiras, para que possam fazer tanto o acolhimento das denúncias, como prestar o correto atendimento dos casos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COSTA RICA
Menina de 3 anos dormia com a mãe que foi assassinada a facadas pelo ex
POLÍTICA
Bolsonaro diz que auxílio emergencial poderá ter a quarta parcela
JUDICIÁRIO
MP denuncia juiz por ter recebido propina para liberar precatórios
ENSINO SUPERIOR
Ainda sem data, Enem 2020 já tem 6,1 milhões de inscritos
TRÊS LAGOAS
Motociclista é atingida por linha com cerol e garotos que soltavam pipa fogem
ECONOMIA
Compras com auxílio emergencial poderão ser pagas via celular
CARTILHA
Tribunal de Justiça lança Guia de Boas Práticas para Pessoas com Deficiência
CAPITAL
Idoso é enganado por golpistas, entrega dois cartões e fica no prejuízo
JUSTIÇA
Ministro do STF nega recurso e mantém pena de prefeito condenado por tráfico
DESCAMINHO
Receita Federal apreende duas toneladas de narguilé contrabandeadas

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher