Menu
Busca quarta, 26 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
TRÂNSITO

Novas regras para tirar CNH passam a valer na próxima segunda-feira

13 setembro 2019 - 19h05Por Jornal Opção

As novas regras para formação de condutores entram em vigor na próxima segunda-feira, dia 16 de setembro, em todo o País. As mudanças implementadas vão desde a retirada da obrigatoriedade do uso de simulador nas aulas até alterações nos preços para tirar a Carteira Nacional de Habilitação.

Com a nova norma, não é mais obrigatório o uso de simuladores para a categoria B. Apesar disso, as autoescolas devem disponibilizar o equipamento para os alunos que desejam utilizá-lo antes das aulas práticas.

As aulas noturnas também sofreram mudanças quanto à carga horária. Agora, a exigência é de apenas 1h, antes esse valor precisaria ser correspondente a 20% da carga horária total. Já em relação aos valores, as categorias A/B (moto e carro) passarão a custar entre R$ 1.700,00 e R$ 1.900,00.

   

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
‘Cassems Itinerante’ leva atendimento em Psiquiatria para Dourados e mais duas cidades
MANDADO DE PRISÃO
Em abordagem por pesca ilegal, PMA captura foragido da justiça
OPORTUNIDADE
Vale Universidade recebe inscrições a partir do dia 3 de março
LEGISLATIVO
Assembleia realiza audiência para apresentação de relatórios da Saúde
COVID-19
Desinfetante, álcool e água sanitária podem eliminar o Coronavírus
CAMPO GRANDE
Suposto receptador exige R$ 4 mil para devolver S-10 furtada
COTAÇÃO
Dólar fecha a R$ 4,44 e renova patamar recorde
SETE QUEDAS
Homem é preso com arma de fogo e munições em área rural
SUJEITO A PUNIÇÃO
Estados e municípios têm até domingo para informar gastos com saúde
UFGD
Universidade abre inscrições para aulas gratuitas de zumba

Mais Lidas

DOURADOS
Ex-prefeito de Amambai não resiste e morre no Hospital do Coração
MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
ATENTADO
Aeronave pousa em Dourados e fica a disposição de Lanzarini
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar