Menu
Busca terça, 25 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Mutirões de documentação atenderão mais de 20 mil agricultoras rurais até o fim do ano

05 dezembro 2012 - 21h00


Mutirões de documentação atenderão mais de 20 mil agricultoras rurais até o fim do ano

O Programa Nacional de Documentação do Trabalhador Rural (PNDTR), do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), realizará mais 106 mutirões de documentação somente neste mês. Até o fim de dezembro, os ônibus itinerantes do programa percorrerão 103 municípios de 19 unidades da Federação. A iniciativa proporcionará a emissão gratuita dos registros civis e trabalhistas para aproximadamente 20 mil agricultoras rurais que ainda não possuem os documentos.

Em cada um dos municípios, será possível obter primeira ou segunda via do CPF, Carteiras de Identidade (RG), de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e registros de nascimento e casamento. As trabalhadoras rurais terão ainda acesso aos serviços do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), como aposentadoria e agendamento de perícia; cadastramento no Bolsa Família; e palestras sobre educação previdenciária e créditos para produção. A estimativa é emitir 31 mil documentos.

“Este é o primeiro passo para o exercício da cidadania. Com a documentação, as mulheres podem acessar diferentes políticas públicas, tais como os direitos à cidadania, aposentadoria e auxílio maternidade, e, também, às políticas que auxiliam suas atividades produtivas no meio rural”, avalia a diretora de Políticas para Mulheres Rurais (DPMR/MDA), responsável pelo programa, Karla Hora.

Os mutirões passarão por mais de 30 Territórios da Cidadania distribuídos nos estados de Roraima, Acre, Pará, Amazonas, Roraima, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Alagoas, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Minas Gerais, além do Distrito Federal.

A prioridade da iniciativa é atender mulheres acampadas, assentadas, agricultoras familiares, quilombolas, indígenas, pescadoras artesanais, extrativistas e atingidas por barragens. No entanto, homens e crianças também poderão se beneficiar dentro do limite de documentos disponíveis para cada ação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Aline Riscado curte praia com amigas e impressiona com corpão sarado
UFMS
PF investiga denúncia de acadêmico que ameaçou professores e alunos
OPORTUNIDADE
CIN abre vagas a curso de comércio exterior em Dourados
CAMPO GRANDE
Prefeitura abre inscrição para contratar médicos com salário de R$ 12 mil
UEMS
De Pais para Filhos chega em Dourados no próximo fim de semana
CAPITAL
Com suspeita de tuberculose, idosa espera vaga em hospital há 5 dias
PROGRAMA
Governo lança plano para reduzir à metade nº de mortos no trânsito
ANASTÁCIO
Após engravidar do pai, adolescente dá à luz e decide criar bebê
ELEIÇÕES 2018
TSE aceita registro de candidatura de Haddad à Presidência
EDUCAÇÃO
ProfLetras de Dourados abre processo seletivo para alunos regulares

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente é encontrado baleado na rua e morre no HV
DOURADOS
Justiça mantém flagrante, mas concede liberdade a suspeita de alterar cena do crime
DOURADOS
Polícia encontra bilhete com “mula” e fecha entreposto de drogas no Estrela Porã
OPERAÇÃO REMAKE
Gaeco cumpre mandados e apura desvio de R$ 670 mil em sindicato