Menu
Busca quarta, 19 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Mutirões de documentação atenderão mais de 20 mil agricultoras rurais até o fim do ano

05 dezembro 2012 - 21h00


Mutirões de documentação atenderão mais de 20 mil agricultoras rurais até o fim do ano

O Programa Nacional de Documentação do Trabalhador Rural (PNDTR), do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), realizará mais 106 mutirões de documentação somente neste mês. Até o fim de dezembro, os ônibus itinerantes do programa percorrerão 103 municípios de 19 unidades da Federação. A iniciativa proporcionará a emissão gratuita dos registros civis e trabalhistas para aproximadamente 20 mil agricultoras rurais que ainda não possuem os documentos.

Em cada um dos municípios, será possível obter primeira ou segunda via do CPF, Carteiras de Identidade (RG), de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e registros de nascimento e casamento. As trabalhadoras rurais terão ainda acesso aos serviços do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), como aposentadoria e agendamento de perícia; cadastramento no Bolsa Família; e palestras sobre educação previdenciária e créditos para produção. A estimativa é emitir 31 mil documentos.

“Este é o primeiro passo para o exercício da cidadania. Com a documentação, as mulheres podem acessar diferentes políticas públicas, tais como os direitos à cidadania, aposentadoria e auxílio maternidade, e, também, às políticas que auxiliam suas atividades produtivas no meio rural”, avalia a diretora de Políticas para Mulheres Rurais (DPMR/MDA), responsável pelo programa, Karla Hora.

Os mutirões passarão por mais de 30 Territórios da Cidadania distribuídos nos estados de Roraima, Acre, Pará, Amazonas, Roraima, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Alagoas, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Minas Gerais, além do Distrito Federal.

A prioridade da iniciativa é atender mulheres acampadas, assentadas, agricultoras familiares, quilombolas, indígenas, pescadoras artesanais, extrativistas e atingidas por barragens. No entanto, homens e crianças também poderão se beneficiar dentro do limite de documentos disponíveis para cada ação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Câmara dos Deputados aprova MP do Agro; texto segue para Senado
UEMS
Inscrições abertas para Exame de Proficiência em Línguas Estrangeiras
ECONOMIA
BC anuncia amanhã marca para pagamento instantâneo no Brasil
PARANÁ
Desembargadora suspende demissões que motivaram greve na Petrobras
UFGD
Revista Videre realiza a primeira chamada de artigos do ano de 2020
BATAYPORÃ
Corpo de homem é encontrado por funcionários durante colheita de soja
SAÚDE
Governo Entrega Estação De Tratamento De Água Em Sete Quedas
INVESTIGAÇÃO
CNJ manda tribunal apurar ida do juiz Bretas a atos com Bolsonaro
NOVA ANDRADINA
Mulher é presa após furtar produtos do interior de supermercado
POLÍTICA
Senadores e deputados reagem à ofensa de Bolsonaro a repórter da Folha

Mais Lidas

DOURADOS
Ferido com tiro no peito, entregador chega pilotando moto na UPA
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia
DOURADOS
VÍDEO: Internos 'batem grade' e queimam colchões em princípio de rebelião na Unei
FRONTEIRA
Festa termina com aniversariante e convidado assassinados por pistoleiros