Menu
Busca segunda, 18 de junho de 2018
(67) 9860-3221

Mutirões de documentação atenderão mais de 20 mil agricultoras rurais até o fim do ano

05 dezembro 2012 - 21h00


Mutirões de documentação atenderão mais de 20 mil agricultoras rurais até o fim do ano

O Programa Nacional de Documentação do Trabalhador Rural (PNDTR), do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), realizará mais 106 mutirões de documentação somente neste mês. Até o fim de dezembro, os ônibus itinerantes do programa percorrerão 103 municípios de 19 unidades da Federação. A iniciativa proporcionará a emissão gratuita dos registros civis e trabalhistas para aproximadamente 20 mil agricultoras rurais que ainda não possuem os documentos.

Em cada um dos municípios, será possível obter primeira ou segunda via do CPF, Carteiras de Identidade (RG), de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e registros de nascimento e casamento. As trabalhadoras rurais terão ainda acesso aos serviços do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), como aposentadoria e agendamento de perícia; cadastramento no Bolsa Família; e palestras sobre educação previdenciária e créditos para produção. A estimativa é emitir 31 mil documentos.

“Este é o primeiro passo para o exercício da cidadania. Com a documentação, as mulheres podem acessar diferentes políticas públicas, tais como os direitos à cidadania, aposentadoria e auxílio maternidade, e, também, às políticas que auxiliam suas atividades produtivas no meio rural”, avalia a diretora de Políticas para Mulheres Rurais (DPMR/MDA), responsável pelo programa, Karla Hora.

Os mutirões passarão por mais de 30 Territórios da Cidadania distribuídos nos estados de Roraima, Acre, Pará, Amazonas, Roraima, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Alagoas, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Minas Gerais, além do Distrito Federal.

A prioridade da iniciativa é atender mulheres acampadas, assentadas, agricultoras familiares, quilombolas, indígenas, pescadoras artesanais, extrativistas e atingidas por barragens. No entanto, homens e crianças também poderão se beneficiar dentro do limite de documentos disponíveis para cada ação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ANAURILÂNDIA
Três são presos acusados de comércio de drogas perto de igreja
BENEFÍCIOS
Aposentados garantem novas conquistas na Justiça
COPA DO MUNDO
Inglaterra marca no fim e vence na estreia da Copa
ESTADO
Enfrentamento à violência contra a pessoa idosa será debatido nesta terça-feira na OAB
ÁGATA DE AÇO II
Brigada de Dourados desloca 600 homens para atuar contra crimes fronteiriços
COPA DO MUNDO
Seleção começa preparação para enfrentar a Costa Rica
ESPORTES
Coordenadoria de Cultura abre inscrições para aula de Zumba
BR 267
Comboio é apreendido com mercadoria contrabandeada
FUTEBOL
Seduc goleia Maracaju e garante classificação para as quartas do Sub-17
TRÂNSITO
Autuações pela Lei Seca crescem ano a ano e já passam de 1,7 milhão desde 2008

Mais Lidas

ATENTADO
Suspeitos de atentado contra prefeito de Paranhos são presos
DOURADOS
Homem morre após acidente na Guaicurus
PARANHOS
Testemunha de atentado a prefeito é executada
TRÁFICO
Douradense é preso após abandonar veículo carregado com maconha na BR-463