Menu
Busca Quarta, 17 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221
Corpal - Dezembro 2017

Mutirões de documentação atenderão mais de 20 mil agricultoras rurais até o fim do ano

05 Dezembro 2012 - 21h00


Mutirões de documentação atenderão mais de 20 mil agricultoras rurais até o fim do ano

O Programa Nacional de Documentação do Trabalhador Rural (PNDTR), do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), realizará mais 106 mutirões de documentação somente neste mês. Até o fim de dezembro, os ônibus itinerantes do programa percorrerão 103 municípios de 19 unidades da Federação. A iniciativa proporcionará a emissão gratuita dos registros civis e trabalhistas para aproximadamente 20 mil agricultoras rurais que ainda não possuem os documentos.

Em cada um dos municípios, será possível obter primeira ou segunda via do CPF, Carteiras de Identidade (RG), de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e registros de nascimento e casamento. As trabalhadoras rurais terão ainda acesso aos serviços do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), como aposentadoria e agendamento de perícia; cadastramento no Bolsa Família; e palestras sobre educação previdenciária e créditos para produção. A estimativa é emitir 31 mil documentos.

“Este é o primeiro passo para o exercício da cidadania. Com a documentação, as mulheres podem acessar diferentes políticas públicas, tais como os direitos à cidadania, aposentadoria e auxílio maternidade, e, também, às políticas que auxiliam suas atividades produtivas no meio rural”, avalia a diretora de Políticas para Mulheres Rurais (DPMR/MDA), responsável pelo programa, Karla Hora.

Os mutirões passarão por mais de 30 Territórios da Cidadania distribuídos nos estados de Roraima, Acre, Pará, Amazonas, Roraima, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Alagoas, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Minas Gerais, além do Distrito Federal.

A prioridade da iniciativa é atender mulheres acampadas, assentadas, agricultoras familiares, quilombolas, indígenas, pescadoras artesanais, extrativistas e atingidas por barragens. No entanto, homens e crianças também poderão se beneficiar dentro do limite de documentos disponíveis para cada ação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Presa por tráfico de drogas, mulher tira tornozeleira eletrônica e foge
FUTEBOL
Ministério Público libera Douradão e Arthur Marinho mas veta Morenão
TELEVISÃO
Thais Fersoza deixa a Record após 12 anos: "novos caminhos"
NOTAS
Resultado do Enem 2017 deve sair às 11 horas desta quinta, diz Inep
POLÍTICA
Se Previdência não for votada em fevereiro, não será mais, diz Maia
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 12 milhões nesta quarta-feira
NOVA ALVORADA
Homem é assassinado com cinco tiros enquanto caminhava
EDUCAÇÃO
Está aberto o processo de Avaliação Socioeconômica 2018 da UFGD
EDUCAÇÃO
Processo seletivo do Vale Universidade vai oferecer 550 vagas
MS-395
Caminhão com tijolos capota após motorista desviar de tamanduá

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é derrubado de moto em roubo e fica desacordado
Homem é derrubado de moto em roubo e fica desacordado
POLÍCIA
Quatro motos são furtadas em poucas horas em Dourados
EDUCAÇÃO
UFGD divulga resultado do Vestibular 2018
DOURADOS
Rapaz é sequestrado enquanto esperava esposa em frente a hospital