Menu
Busca segunda, 15 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
MAIS UMA

MPF denuncia Lula, Gilberto Carvalho e mais cinco na Operação Zelotes

11 setembro 2017 - 14h50

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou hoje (11) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-ministro Gilberto Carvalho por corrupção passiva em um dos processos da Operação Zelotes.

Os procuradores do caso também acusam mais cinco investigados de beneficiar montadoras de veículos por meio da edição de medidas provisórias.

De acordo com a denúncia, as empresas automobilísticas teriam prometido R$ 6 milhões a Lula e Carvalho em troca de benefícios para o setor.

"Diante de tal promessa, os agentes públicos, infringindo dever funcional, favoreceram às montadoras de veículos MMC [Mitsubishi] e Caoa ao editarem, em celeridade e procedimento atípicos, a Medida Provisória n° 471, em 23/11/2009, exatamente nos termos encomendados, franqueando aos corruptores, inclusive, conhecimento do texto dela antes de ser publicada e sequer numerada, depois de feitos os ajustes encomendados", afirma o MPF.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Dólar fecha em queda de mais de 1%
QUADRILHA PRESA
Preso em assalto a família em Fátima do Sul mentiu o nome à polícia
POLÍTICA
André Puccinelli nega, por bilhete, que mulher fará delação
SUPERA DOURADOS
Atenção e concentração: como otimizar estas habilidades no dia-a-dia?
ELEIÇÕES 2018
Dois homens são presos com mais de 100kg de maconha
CINEMA
História de grupo de rap Brô MC's inspira filme rodado em Dourados
ELEIÇÕES 2018
Facção criminosa pode estar por trás de atentado a Jair Bolsonaro
FUTEBOL
Ceará e Botafogo duelam buscando respirar no Brasileirão
NARCOTRÁFICO
Fazenda de traficante brasileiro é transferida para governo paraguaio
BRASIL
Bancos já podem receber boletos vencidos acima de R$ 100

Mais Lidas

DOURADOS
Ciclista sofre atropelamento e fica em estado gravíssimo
TRAGÉDIA
Douradense morre em acidente no RS
DOURADOS
Traficante que atuava com “disk drogas” é preso
DOURADOS
Dois são presos por promover festa para menores de idade “regada” com bebida alcoólica