Menu
Busca sábado, 18 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
INCONFORMISMO

Movimento separatista realiza plebiscito sobre independência do RS, SC e PR

07 outubro 2017 - 15h28

Desde as 8 horas deste sábado, dia 07 de outubro, acontece o plebiscito informal organizado pelo movimento separatista "O Sul é Meu País" sobre a possibilidade de separar os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná do restante do país. A votação é realizada em 80% do 497 municípios gaúchos, e também nos estados vizinhos, onde estão distribuídas um total 2,5 mil urnas, segundo a organização.

De acordo com o movimento, a votação chamada de Plebisul tem caráter simbólico, uma vez que não tem validade legal. Os participantes respondem "sim" ou "não" à pergunta: "Você quer que o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul formem um país independente?". As urnas devem ficar disponíveis para votação até às 20 horas em algumas cidades.

O voto é depositado nas urnas, e em seguida o participante é convidado a assinar um projeto de lei sobre o tema que será apresentado oficialmente ao legislativo. Para que seja encaminhado, são necessárias as assinaturas de 1% dos eleitores de cada um dos três estados.

Com mais de 600 mil votos obtidos na consulta realizada em anos anteriores, a coordenadora geral do movimento Anidria Rocha acredita que neste ano os votos devam chegar a 2 milhões, impulsionados pela crise política e de representatividade política pela qual passa o Brasil.

"O movimento tomou uma proporção enorme por causa da crise política, social e econômica pela qual passa o país, o movimento por independência e liberdade cresce em todo o país, outros estados tentam entrar com projeto de lei para que a população seja consultada, é uma busca por liberdade", afirma Anidria.

O analista de sistemas Diego Ennes Lima, de 33 anos, era um dos integrantes do movimento que realizava a votação na manhã deste sábado na Região Carbonífera, onde nforam distribuídas cinco urnas na cidade de Charqueadas.

Ele diz que sempre quis morar fora do país, mas não vê perspectivas na política do Brasil. "Era a forma de sair do país sem romper tantos paradigmas. Por isso entrei nessa causa", afirmou.

De acordo com a organização, apesar da contagem ser manual, ela será auditada tanto por pessoas favoráveis, como contrárias a separação, e o resultado deve ser publicado no site do grupo entra este sábado e o domingo (8).

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Arraiá da UEMS continua neste sábado
DOURADOS
Escolas do Campo recebem palestras e contação de história pelo “À Flor da Pele”
CULTURA
Festival no Memorial da América Latina aborda situação de indígenas
ESPORTES
Santos e Sport se enfrentam por dias melhores no Brasileirão
DOURADOS
Jovem tem moto furtada no centro
SAÚDE
Paraguai aproveita Dia D no Brasil e abre postos para vacinação contra sarampo na fronteira
DOURADOS
Inscrições abertas para seleção de tutor(a) para PET Letras
NOVA ANDRADINA
Polícia atende acidente de trânsito e prende envolvido que era evadido
ELEIÇÕES 2018
Dos 27,4 mil registros de candidaturas, 8,4 mil são de mulheres
CORUMBÁ
Polícia localiza com ajuda de cão cocaína que iria para BA

Mais Lidas

DOURADOS
Defesa questiona "condenação social" e diz que pai de criança não tem ligação com morte
DOURADOS
À espera da audiência de custódia, envolvidos em morte de criança permanecem em delegacia
DOURADOS
Casal acusado de matar criança tem prisão preventiva decretada pela Justiça
DOURADOS
Delegado aguarda laudo para saber se bebê internado no HU foi agredido