Menu
Busca sábado, 23 de março de 2019
(67) 9860-3221

Missão irá a Moscou para reverter barreira às carnes brasileiras

20 dezembro 2003 - 18h09

Uma missão do governo brasileiro, formada por empresários e liderada pelo ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, viaja a Moscou na segunda quinzena de janeiro para tentar reverter a barreira comercial imposta pelo governo russo às carnes brasileiras. O grupo, que deve ser composto também pelos ministros da Agricultura, Roberto Rodrigues, e das Relações Exteriores, Celso Amorim, tentará impedir que a Rússia aplique quotas de importação aos frangos, bovinos e suínos brasileiros. Com a nova medida, o Brasil pode deixar de vender para o mercado russo mais de 200 mil toneladas de suínos. “Estamos muito preocupados. O Brasil pode perder US$ 500 milhões em exportações se a medida não for revertida”, disse Furlan. Segundo ele, ainda que existam resistências por parte das autoridades russas, há possibilidades de reversão da medida. “Eu nunca entrego a partida antes do juiz apitar o final. Como bom corintiano acredito até o último minuto”, disse Furlan.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CICLISMO
Desafio das Araras de Mountain Bike abre inscrições para 2ª etapa
TRÊS LAGOAS
Homens tentam dar calote de R$ 4,5 mil em boate e acabam na delegacia
VIOLÊNCIA
Líder rural é assassinada a facadas em assentamento no sudeste do Pará
DOURADOS
Homem é assaltado por trio quando trafegava próximo ao shopping
SELEÇÃO
Brasil enfrenta hoje o Panamá no primeiro amistoso da temporada
CRIME AMBIENTAL
Fazendeiros são autuados em R$ 19,5 mil por quatro desmatamentos
DESACOMPANHADOS
Nova lei exige autorização judicial para menores de 16 anos viajarem
CENTRO
Jovem de 22 anos perde motocicleta durante assalto em Dourados
EDUCAÇÃO
IFMS divulga local de prova e ensalamento de concurso para docentes
PONTA PORÃ
Clientes de mercado ficam na mira de 4 bandidos durante assalto

Mais Lidas

HU
Dengue hemorrágica causa morte de menino de 11 anos em Dourados
LUTO
Fundadora da ADL, Ruth Hellman morre em Dourados
DOURADOS
Protesto contra a Reforma da Previdência leva centenas ao Centro
DOURADOS
Trio que matou e roubou cabeleireiro é condenado a 62 anos de cadeia