Menu
Busca terça, 16 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
BRASIL

Ministro do STF nega pedido para suspender votação de denúncia contra Temer

24 outubro 2017 - 18h50Por Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio negou hoje (24) pedido feito por um deputado federal do PCdoB para suspender e fatiar a votação na Câmara dos Deputados sobre a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer e os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco.

Na decisão, o ministro entendeu que assunto sobre a votação deve ser tratado internamente pela Câmara. "À Casa Legislativa cabe deliberar sobre a necessária autorização visando o processo, sem vinculação à unidade, ou não, da peça acusatória. Em síntese, definição quanto à votação única, ou considerado cada qual dos denunciados, circunscreve-se à Câmara dos Deputados.", decidiu.

A denúncia elaborada pela PGR contra o presidente, os ministros e outros peemedebistas é pelos supostos crimes de organização criminosa e obstrução da Justiça. A peça foi apresentada pelo ex-procurador Rodrigo Janot.  A defesa de Michel Temer contestou as acusações e apresentou ao Supremo pedido para que a denúncia fosse devolvida à PGR. Mas o plenário da Corte decidiu encaminhar a denúncia para a Câmara, à qual cabe autorizar ou não o prosseguimento da investigação.

O parecer do relator Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que foi pela inadmissibilidade da denúncia, foi aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e será votado amanhã (25) no plenário da Casa. Tanto o presidente quanto os ministros só poderão ser investigados pelo STF se pelo menos 342 do total de 513 deputados autorizarem o prosseguimento da denúncia na Justiça, conforme determina a Constituição Federal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Clube do Litoral Central abre o 5º Fesdom amanhã
ELEIÇÕES
TSE manda retirar do ar vídeos sobre kit gay ligados à gestão Haddad
CAMPANHA
Sicredi Centro-Sul MS realiza 3º sorteio da promoção
ELEIÇÕES 2018
Disputa pelo senado custou entre R$ 0,10 e R$ 3,47 por voto em MS
CAMPO GRANDE
Professor morre após acidente e mais de 20 dias internado
DOURADOS
Universitário é preso furtando fraldas para trocar por droga
ADOLESCENTES
Ministério da Saúde e a Universidade Aberta do SUS lançam atualização do curso de Vacinação contra o HPV
OPORTUNIDADE
IEL encerra na sexta inscrições do workshop para capacitação de líderes em Dourados
DOURADOS
Mulher é presa na rodoviária tentando embarcar para MT com maconha
BRASIL
Jornalista Gil Gomes morre aos 78 anos em São Paulo

Mais Lidas

DOURADOS
Família busca notícias de mulher que abandonou carro e embarcou na rodoviária
JARDIM MONTE LÍBANO
Policiais douradenses são presos por assalto a família
QUADRILHA PRESA
Preso em assalto a família em Fátima do Sul mentiu o nome à polícia
FATALIDADE
Voluntário morre ao cair de “trenzinho” durante o Dia das Crianças em Dourados