Menu
Busca quarta, 24 de abril de 2019
(67) 9860-3221

Ministério do Trabalho estima que há mais de 20 mil trabalhadores escravos

27 maio 2011 - 13h19

O Ministério Público do Trabalho estima em aproximadamente 20 mil o número de trabalhadores em condições análogas à escravidão no Brasil atualmente. O número, que não é oficial, foi divulgado nesta sexta-feira (27) durante o lançamento da Campanha Nacional de Combate ao Trabalho Escravo.

De acordo com o procurador-geral do Trabalho, Otavio Brito Lopes, a estimativa foi feita por meio de informações coletadas em regates de trabalhadores e repassadas por “parceiros” do Ministério Público.

- Não é um número preciso, mas é bastante confiável.

Segundo dados dos relatórios de fiscalização para erradicação do trabalho escravo, o número de trabalhadores resgatados diminuiu em 2010 em relação a 2009 – de 3.769 para 2.617. Embora o número de estabelecimentos inspecionados também tenha sido um pouco menor (350 em 2009 contra 305 em 2010), o de pessoas encontradas nas situações de escravidão caiu mais.

De acordo com Lopes, os dados indicam que o trabalho escravo está diminuindo. De acordo com ele, um acompanhamento mais preciso será feito nos próximos anos mantendo-se um mesmo número de estabelecimentos e trabalhadores fiscalizados.

- Se fiscalizarmos 2.500 trabalhadores e encontrarmos 1% em trabalho escravo num ano e no seguinte fiscalizarmos novamente 2.500 e encontrarmos 0,5%, isso significará que houve uma redução.

Em pronunciamento na cerimônia de lançamento da campanha, Lopes afirmou que uma “atuação firme” do Judiciário na área civil e a lista suja do trabalho escravo do Ministério do Trabalho, que aponta empresas que foram flagradas com trabalhadores em situações degradantes, são dois fatores que têm ajudado a coibir a prática.

Ele destacou ainda a necessidade de qualificar os trabalhadores resgatados, para que eles não fiquem novamente vulneráveis ao aliciamento para as situações análogas à escravidão.

Quase 40 mil trabalhadores foram resgatados de condições de trabalho semelhantes à escravidão nos últimos 15 anos no Brasil. Desde 1995, quando se reconheceu a existência de trabalho escravo no país, até o ano passado, o Ministério do Trabalho realizou, em parceria com o Ministério Público e a Polícia Federal, 1.081 operações para localizar e resgatar trabalhadores. Em 2010, foram realizadas 141 operações, inspecionando 305 estabelecimentos, com 2.617 trabalhadores resgatados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Giulia Costa mostra corpão em pose de biquíni em dia de piscina e praia
MINISTÉRIO PÚBLICO
Conselho abre processo disciplinar contra procurador Deltan Dallagnol
TRÁFICO
Foragido da justiça é preso na MS-487 com maconha que levaria para SP
IMPOSTÔMETRO
Brasileiros já pagaram mais de R$ 800 bilhões de tributos em 2019
JARDIM
Adolescentes são apreendidos com uma tonelada de maconha em veículo
UNIGRAN
Calouros de Fisioterapia participam de aulas com metodologias ativas
OPERAÇÃO APLIQUE
Quadrilha que agia em MS enviava “mulas” com até 40 kg de coca para Europa
JUSTIÇA
Empresa deve indenizar por danos morais e substituir celular com defeito
CAARAPÓ
Bombeiros fazem buscas por criança de 11 anos que se afogou em rio
TRÊS LAGOAS
Confirmado segundo caso de gripe H1N1 em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

DOURADOS
Preso é baleado ao estourar cadeado de cela para buscar ‘encomenda’ no pátio da PED
DOURADOS
Preso baleado na perna tentava pegar malote com 13 celulares
IMPASSES
UFGD "desafia" MEC e Ministério pede realização de nova eleição para Reitoria
DOURADOS
Homem morre no HV após ser espancado e polícia suspeita de latrocínio