Menu
Busca quinta, 21 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221

Ministério do Trabalho estima que há mais de 20 mil trabalhadores escravos

27 maio 2011 - 13h19

O Ministério Público do Trabalho estima em aproximadamente 20 mil o número de trabalhadores em condições análogas à escravidão no Brasil atualmente. O número, que não é oficial, foi divulgado nesta sexta-feira (27) durante o lançamento da Campanha Nacional de Combate ao Trabalho Escravo.

De acordo com o procurador-geral do Trabalho, Otavio Brito Lopes, a estimativa foi feita por meio de informações coletadas em regates de trabalhadores e repassadas por “parceiros” do Ministério Público.

- Não é um número preciso, mas é bastante confiável.

Segundo dados dos relatórios de fiscalização para erradicação do trabalho escravo, o número de trabalhadores resgatados diminuiu em 2010 em relação a 2009 – de 3.769 para 2.617. Embora o número de estabelecimentos inspecionados também tenha sido um pouco menor (350 em 2009 contra 305 em 2010), o de pessoas encontradas nas situações de escravidão caiu mais.

De acordo com Lopes, os dados indicam que o trabalho escravo está diminuindo. De acordo com ele, um acompanhamento mais preciso será feito nos próximos anos mantendo-se um mesmo número de estabelecimentos e trabalhadores fiscalizados.

- Se fiscalizarmos 2.500 trabalhadores e encontrarmos 1% em trabalho escravo num ano e no seguinte fiscalizarmos novamente 2.500 e encontrarmos 0,5%, isso significará que houve uma redução.

Em pronunciamento na cerimônia de lançamento da campanha, Lopes afirmou que uma “atuação firme” do Judiciário na área civil e a lista suja do trabalho escravo do Ministério do Trabalho, que aponta empresas que foram flagradas com trabalhadores em situações degradantes, são dois fatores que têm ajudado a coibir a prática.

Ele destacou ainda a necessidade de qualificar os trabalhadores resgatados, para que eles não fiquem novamente vulneráveis ao aliciamento para as situações análogas à escravidão.

Quase 40 mil trabalhadores foram resgatados de condições de trabalho semelhantes à escravidão nos últimos 15 anos no Brasil. Desde 1995, quando se reconheceu a existência de trabalho escravo no país, até o ano passado, o Ministério do Trabalho realizou, em parceria com o Ministério Público e a Polícia Federal, 1.081 operações para localizar e resgatar trabalhadores. Em 2010, foram realizadas 141 operações, inspecionando 305 estabelecimentos, com 2.617 trabalhadores resgatados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FORA DO AR
Falha em equipamento de terceirizada pode ter comprometido sistema
PASSOU MAL
Fernanda Montenegro é hospitalizada no Rio de Janeiro
DUPLICAÇÃO
Concessão da BR-163 pode passar por revisão contratual
DOURADOS
Palestra com ênfase na cobrança do ICMS será realizada em março
AMAMBAI
Homem mata a ex-mulher a facadas na frente dos sete filhos
BRASIL
Fachin vota para enquadrar homofobia como crime de racismo
FRONTEIRA
Técnico de informática é alvo de atentado após se meter em briga de casal
CULTURA
TVE Cultura homenageia Dino Rocha com exibição de “O Milagre de Santa Luzia”
ASSEMBLEIA
Aprovada comissão de divisas territoriais e regularização fundiária
REIVINDICAÇÃO
Reinaldo Azambuja reforça necessidade da regularização fundiária em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher que encomendou morte de marido é transferida para presídio
JARDIM PIRATININGA
Recém-nascida é encontrada sob tanque de lavar roupas em Dourados
DOURADOS
Investigado por estupro de enteadas, homem é preso com pornografia infantil no celular
DOURADOS
Para não ser preso, foragido do Semiaberto entra em luta corporal com guarda municipal