Menu
Busca quinta, 16 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
SAÚDE

Ministério da Saúde anuncia o fim do surto de febre amarela

06 setembro 2017 - 12h35

Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira, dia 06 de setembro, o fim do surto de febre amarela no País. Segundo a pasta, desde junho não há registro de novos casos. Ao todo, foram 777 casos e 261 mortes entre dezembro de 2016 e agosto de 2017. Ainda nesse período, 2.270 casos foram descartados e 213 ainda estão em investigação.

De acordo com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, no entanto, ainda é necessário ampliar a cobertura vacinal em muitos estados. Ele informa que a pasta vai estimular a todos os municípios a aumentar a cobertura vacinal o máximo possível para evitar um novo surto.

"Desde junho não registramos nenhum caso, mas há uma grande preocupação porque a cobertura vacinal é baixa em muitos estados", disse.

O ministro disse ainda que, apesar de não ter sido necessário, o ministério está preparado para fracionar a vacinação se tiver que atender a um grande público em curto período de tempo. A eficácia do fracionamento está sendo testada pela Fiocruz.

"A situação está sob controle, mas precisamos ampliar a cobertura vacinal, precisamos que todas as áreas de recomendação de vacinação tenham 90% de cobertura, essa é a meta", completou.

###Governo incluiu crianças de nove meses na cobertura
Para evitar novos surtos, o ministério decidiu incluir na vacinação contra febre amarela as crianças de nove meses de todo País. A medida deve entrar em vigor a partir de 2018, mas ainda não foi definido se a vacinação ocorrerá em campanhas.

Para garantir a cobertura vacinal, o ministério da Saúde fez parceria com os municípios e administrou estoques de vacinas.

De acordo com o ministério, foram investidos R$ 66,7 milhões para controlar o surto.

Também foram distribuídas 36,7 milhões de doses extras ao longo deste ano, entre as vacinas já previstas e as doses enviadas como reforço nos estados afetados pelo surto.

###Região Sudeste foi a mais atingida
A região Sudeste registrou 764 casos confirmados, a maior parte. A vacinação foi reforçada com 27,8 milhões de doses extras em cinco estados: Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo e Bahia.

Em São Paulo, 44 municípios passaram a ser áreas com recomendação permanente. Até o fim do ano, o ministério deve decidir quais os outros municípios tambpem vão passar por essa ampliação.

O surto de febre amarela no Brasil, apesar de atingir regiões próximas de zonas urbanas de estados como Rio de Janeiro e São Paulo, foi classificado como silvestre pelo governo brasileiro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Primeiro dia do Arraiá Uems terá André Pantera e Banda
INFORME PUBLICITÁRIO
Nota de Esclarecimento sobre a greve dos trabalhadores da RG Engenharia Ltda em Dourados
DE BIQUÍNI
Priscila Pires mostra resultado de alimentação e treinos intensos
CULTURA
Publicado edital de seleção para artesãos participarem do Salão do Artesanato em São Paulo
DOURADOS
Trabalhadores de obras completam três dias parados
OTIMISMO DO PRODUTOR
Alta do dólar eleva preço da soja em Mato Grosso do Sul
FLAGRANTE
Veículo roubado em Santa Catarina é recuperado em MS
INCLUSÃO
Com 12 mil pessoas em MS, comunidade surda reivindica acesso a serviços básicos
FALTOSOS
Concurso da PM registra abstenção de 14% em MS
COTAÇÕES
Dólar fecha em alta e se aproxima do patamar de R$ 3,90 com piora do cenário externo

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é encontrado morto dentro de veículo estacionado em acostamento
DOURADOS
Bebê de oito meses é internado no HU e polícia investiga suspeita de agressão
ALDEIA BORORÓ
Mãe denuncia o próprio filho após descobrir roubo de moto em Dourados
DOURADOS
Uno tomba após colisão com Ônix no Jardim Girassol