Menu
Busca quarta, 23 de outubro de 2019
(67) 9860-3221

Microsoft diz que Google prejudica usuários do Windows Phone

03 janeiro 2013 - 12h48

#####Folha

A Microsoft endureceu suas críticas à política antimonopólio do Google, afirmando na quarta (2) que o gigante das buscas não dá aos usuários dos celulares com Windows Phone um "acesso adequado" ao serviço de vídeos YouTube.

"Apesar do escrutínio governamental, o Google continua bloqueando um acesso adequado ao YouTube aos clientes da Microsoft. Esta é uma questão importante porque os clientes valorizam o acesso ao YouTube em seus telefones", afirmou o advogado da Microsoft Dave Heiner em uma mensagem publicada em um blog.

"O Google diz com frequência que os delitos antimonopólio de que é acusado não afeta os consumidores; O Google está equivocado sobre isto", acrescentou. "O Google nega, ainda, permitir aos usuários de telefones (que operam com o sistema da Microsoft) Windows de ter o mesmo acesso ao YouTube que os clientes (do sistema de navegação por celular do Google) Android e Apple".

Os comentários são a mais recente troca de acusações entre os dois gigantes da tecnologia e ocorrem em um momento em que organizações de vigilância antimonopólio, tanto na Europa quanto nos Estados Unidos, estão a ponto de terminar as investigações sobre a conduta do Google.

Alguns informes destacam que os investigadores americanos estão se preparando para alcançar um acordo com o Google sem passar por uma ordem judicial.

'DISTORÇÃO'

O site de buscas, dono do YouTube, afirma que a Microsoft distorce dados sobre o acesso com aparelhos móveis.

"Ao contrário do que diz a Microsoft, é fácil para os consumidores assistir a vídeos do YouTube em celulares Windows", afirmou um porta-voz do Google em resposta a uma pergunta da AFP.

"Os usuários de Windows Phone podem acessar todas as funções do YouTube. De fato, estamos trabalhando com a Microsoft durante vários anos para ajudar a construir uma grande experiência de YouTube nos celulares Windows", acrescentou.

A Microsoft expressou preocupação diante da Comissão Europeia e da Comissão Federal de Comércio americano, que investigam possíveis abusos de dominação de mercado por parte do Google.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHAPADÃO DO SUL
Motociclista morre após ser atingido por carro e arremessado contra muro
ÓLEO
Senadores pedem declaração de emergência ambiental no Nordeste
AMAMBAI
Homem é suspeito de esfaquear a filha após ser denunciado por estuprá-la
PRAZO
Submissão de trabalhos para Jornada de Linguística vai até o dia 30
NOVA ALVORADA
Pastor evangélico é esfaqueado dentro de igreja após culto
EDUCAÇÃO
Enem para privados de liberdade registra mais de 40 mil inscritos
JUSTIÇA
Comparsa de homicídio de adolescente vai a júri nesta quarta-feira
SEU BOLSO
Aneel sobe tarifa da bandeira vermelha e reduz da amarela em Novembro
COXIM
Mãe é presa após estrangular filho de 3 anos com fio de energia
EMPREGO
Marinha abre inscrições para profissionais com ensino superior completo

Mais Lidas

HAYEL BON FAKER
Homens são presos fazendo sexo em via pública em Dourados
DOURADOS
Três são presos após ‘batida’ em ‘boca de fumo’ no Jardim Pantanal
DOURADOS
“Se não pagar vocês não vão dormir, não vão ter paz”, ameaçou professora indígena presa por extorsão
DOURADOS
Suspeito de extorsão em área de conflito, policial é levado ao Presídio Militar da capital