Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Mercado baixa estimativa de crescimento do PIB para 2012 e 2013

03 dezembro 2012 - 14h12

Alguns dias após o Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE) divulgar o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre deste ano, que avançou somente 0,6%, abaixo da previsão do mercado financeiro e também do governo federal, os economistas dos bancos já começaram a ajustar para baixo suas previsões para o crescimento da economia em 2012 e 2013.

Segundo o relatório de mercado, também conhecido como Focus, que é fruto de pesquisa do BC com mais de 100 instituições financeiras na última semana, a previsão de crescimento do PIB dos analistas dos bancos para este ano, por exemplo, recuou de 1,50% para 1,27%.

Se confirmado, o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano será o pior desde 2009, quando o país sentia os efeitos da primeira etapa da crise financeira internacional. Naquela ocasião, o PIB registrou retração de 0,3%.

Para 2013, a expectativa de crescimento também recuou, passando de 3,94% para 3,70% de alta. Com isso, o mercado dá sinais, novamente, de que não acredita na estimativa do Ministério da Fazenda, de que o PIB vá crescer mais de 4% em 2013.

Inflação e juros

Para a inflação de 2012 e 2013, os economistas dos bancos não alteraram suas previsões na última semana. Deste modo, a estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que serve de base para o sistema de metas de inflação, permaneceu em 5,43% para este ano e em 5,40% para 2013.

Pelo sistema de metas que vigora no Brasil, o BC tem de calibrar os juros para atingir as metas pré-estabelecidas, tendo por base o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Para 2012, 2013 e 2014, a meta central de inflação é de 4,5%, com um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Deste modo, o IPCA pode ficar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja formalmente descumprida.

Para a taxa básica de juros, que foi mantida em 7,25% ao ano na semana passada, na mínima histórica, a previsão dos economistas dos bancos é de que ela continuará neste patamar até o fim do próximo ano - mesma estimativa da semana anterior.

Câmbio, balança comercial e investimentos estrangeiros
Nesta edição do relatório Focus, a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2012 subiu de R$ 2,03 para R$ 2,07 por dólar. Para o fechamento de 2013, a estimativa avaçou de R$ 2,02 para R$ 2,06 por dólar.

A projeção dos economistas do mercado financeiro para o superávit da balança comercial (exportações menos importações) em 2012 subiu de US$ 19,60 bilhões para US$ 20 bilhões na semana passada. Para 2013, a previsão do mercado para o saldo positivo da balança comercial brasileira permaneceu inalterada em US$ 15,52 bilhões.

Para 2012, a projeção de entrada de investimentos no Brasil ficou inalterada em US$ 60 bilhões. Para 2013, a estimativa dos analistas para o aporte de investimentos estrangeiros subiu de US$ 59 bilhões para US$ 59,5 bilhões na última semana.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Sabrina Sato posa em ensaio de moda praia: "de boa já com o biquíni"
NOVA ANDRADINA
Polícia fecha "boca de fumo" chefiada por adolescente de 17 anos
PGR
Procurador de Mato Grosso do Sul disputa sucessão de Raquel Dodge
ENERGIA ELÉTRICA
Aneel reajusta valor das bandeiras tarifárias; maior é de 50% na amarela
PANTANAL
Empresários realizam encontro da pesca em apoio a cota zero
BRASIL
Senado aprova regulamentação da profissão de cuidador de idosos
CRIME AMBIENTAL
Paranaense é autuado em R$ 12 mil por armazenamento de madeira ilegal
CONCURSO
IBGE lança edital com 209 vagas de recenseador e agente censitário
CAPITAL
Travesti é suspeita de matar vendedor de 48 anos com 14 facadas
SELEÇÃO
UEMS abre inscrições para processo seletivo de professores temporários

Mais Lidas

ITAPORÃ
PM da reserva morre em acidente próximo a ponte do Rio Santa Maria
DOURADOS
Comissão vota contra o próprio parecer e Idenor se salva de cassação
EDUCAÇÃO
Inscrições do Encceja 2019 começam nesta segunda-feira
DOURADOS
Ex-líder da prefeita Délia Razuk é alvo de pedido de cassação