Menu
Busca sexta, 25 de maio de 2018
(67) 9860-3221
SEVILHA ODONTOLOGIA

Menino de 5 anos paga tratamento de câncer vendendo desenhos online

04 maio 2011 - 09h05

04/05/2011 10h01 - Atualizado em 04/05/2011 10h01

# Menino de 5 anos paga tratamento de câncer vendendo desenhos online


Maryuska Pavão

Um menino norte-americano de 5 anos conseguiu pagar o próprio tratamento de câncer vendendo 3 mil desenhos de monstros, palhaços e alienígenas na internet, muitos deles feitos na cama do hospital.

Aidan Reed, que vive em Kansas City, nos Estados Unidos, foi diagnosticado com leucemia em setembro do ano passado.

Os pai dele, Katie e Wiley, tiveram de ver o filho enfrentar semanas de sofrimento com o tratamento de quimioterapia e outros procedimentos dolorosos, mas tinham esperanças, já que os médicos haviam dito que o tipo de câncer de Aidan tem uma taxa de cura de 90%.

Só que com as contas de hospital se acumulando, os Reed tiveram de colocar a casa da família à venda. Foi aí que surgiu a ideia de transformar um hobby de Aidan em fonte de recursos.

'Eu gosto de desenhar cavaleiros, bobos da corte, palhaços assustadores e alienígenas', disse Aidan ao Survivors Club, uma organização que ajuda pessoas que enfrentam adversidade.

'Eu também gosto de me vestir de palhaços bons e palhaços malvados. Eu posso ser um lobo ou um zumbi...'
Aidan Reed desenhando (Foto: Caters)Aidan Reed desenhando (Foto: Caters)

Sucesso
Durante o tratamento, Aidan gostava de desenhar monstros. Estes desenhos foram colocados à venda na internet pela tia do menino, Mandi Ostein.

'Meu número de sorte é 60, então eu decidi que iria vender 60 desenhos', disse Ostein.

Mas o sucesso foi tanto que a tia de Aidan acabou transformando sua casa em um centro de impressão e envio de desenhos. Muitos deles eram 'assinados' pelo artista.

Pedidos chegaram de vários países do mundo, inclusive do Brasil.

'Eu fiquei chocado com a reação aos desenhos de Aidan. Acho que para ele também tem sido uma boa distração da doença', disse o pai de Aidan, Wiley Reed.

No fim, foram vendidos cerca de 3 mil desenhos, arrecadando mais de US$ 30 mil ( R$ 47 mil), o suficiente para cobrir todos os gastos com o tratamento e cancelar a venda da casa da família.

'É absolutamente inacreditável. Nós somos moradores de uma cidadezinha do Meio Oeste americano. Este tipo de coisa não acontece com a gente', disse Ostein.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GREVE DOS CAMINHONEIROS
Temer entra com ação no STF para desbloquear rodovias do País
DOURADOS
Homem é preso revendendo gasolina em lava-rápido
DOURADOS
Vacinação contra a gripe entra nos últimos dias para grupos de risco
GREVE DOS CAMINHONEIROS
"Não vamos encerrar o movimento tão cedo", diz presidente da Abcam
MAIO AMARELO
Prefeitura realiza 1ª ExpoTrânsito de 28 a 31 de maio
ABERTURA/FASP 2018
Martinho da Vila lembra das pescarias no Pantanal em show memorável
INTERDISTRITAL
16º Interdistrital de futebol começa domingo em Vila Vargas
POLÍCIA
Moto furtada é encontrada ‘depenada’ em Dourados
PROTESTOS
Temer autoriza uso de forças federais para desbloquear rodovias
FRONTEIRA
Polícia encontra pistola e prende homem por tráfico internacional de armas

Mais Lidas

GASOLINA A R$ 5
Contra abuso nos preços, força-tarefa autua postos em Dourados
DOURADOS
Fazendeiro que matou desafeto em cartório há oito anos é absolvido
TENTATIVA DE HOMICÍDIO
Rixa antiga teria motivado atentado contra “zóio de gato”
DOURADOS
Grupo é flagrado marcando lotes durante invasão de área pública