Menu
Busca terça, 22 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221

Menina de 2 anos é colocada à venda na internet

07 junho 2011 - 08h12

Uma jovem de 19 anos achou que seria uma boa ideia colocar uma menina de 2 anos, da sua própria família, à venda no site de leilões E-bay. Pela garotinha, Autumn Braden aceitou um lance de mil dólares, o equivalente a cerca de R$ 1,6 mil.

No site, a jovem escreveu uma descrição para o “produto”: “Uma criança adorável à venda. Sabe limpar e manter uma boa conversa. Muito amável”. Encontrada pela polícia, a adolescente disse que tudo não passou de uma brincadeira e que só queria ver como o site funcionava.

Autumn, que vive em Allendale Township, Michigan, estava tomando conta da menina na época do anúncio. A garota já está novamente sob guarda da mãe. A polícia chegou ao caso depois de receber denúncias de várias partes dos Estados Unidos. Autumn pode ser processada.

Fonte: Metro.co.uk

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Luize Altenhofen posa de topless e se refresca em piscina
CONCENTRAÇÃO DE RENDA
Patrimônio dos 26 mais ricos do mundo equivale ao da metade mais pobre
CAMPO GRANDE
Quadrilha que roubou e agrediu idoso de 76 anos é presa na Capital
MANIFESTAÇÃO
Procuradores do MPT participam de ato em defesa da Justiça do Trabalho
INSCRIÇÕES
Matrículas para curso preparatório da Esmagis terminam dia 2
ECONOMIA
Após Mato Grosso, Goiás decreta estado de calamidade financeira
UFGD
Avaliação técnica dos músicos para Orquestra será em nova data
JARDIM
Adolescente suspeito de espancar e esfaquear pintor até a morte é detido
SEGUNDA SAFRA
Com expectativa de aumento da produção, começa plantio de milho
TJ/MS
Mulher é condenada por proferir ofensas e xingamentos em público

Mais Lidas

IVINHEMA
Assaltante é morto após invadir chácara, sequestrar duas vítimas e tentar roubar carros
DOURADOS
Rapaz é agredido com garrafa quebrada e acaba internado em estado gravíssimo no HV
BR-262
PRF aponta “erro” em divulgação de suicídio como causa de acidente com três mortes
POLÍCIA
Presos por sequestro em Ivinhema são identificados na Defron