Menu
Busca sábado, 23 de março de 2019
(67) 9860-3221

Marido defende professora que fez sexo com 5 estudantes

20 maio 2011 - 16h05

O norte-americano Christopher Colleps saiu em defesa de sua mulher, a professora Brittni Colleps, de 27 anos, que foi presa na segunda-feira (16) em Kennedale, no estado do Texas (EUA), acusada de manter relações sexuais com cinco estudantes maiores de idade entre abril e maio de 2011.

Segundo reportagem da emissora de TV "WFAA", Christopher disse que tem sido atacado e alvo de brincadeiras desde que sua mulher foi detida.

O marido disse que vai ficar ao lado Brittni, apesar das acusações. "Ela é uma pessoa amável e leal", disse ele, destacando que Brittni é uma mãe amorosa.
Brittni começou a ser investigada depois que boatos sobre suas aventuras sexuais começaram a circular na escola.

A direção da escola chamou a polícia. Ela foi detida por manter relações inapropriadas com os estudantes.As leis locais proíbem os professores de ter relações sexuais com estudantes, não importa qual seja a idade. Brittni Colleps foi levada para a cadeia e liberada depois de pagar uma fiança de US$ 125 mil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Paolla Oliveira relaxa durante banho de mar: "água é vida"
SAÚDE
Após determinação do STJ, João de Deus é transferido para hospital
FUTEBOL
Uefa abre processo disciplinar contra Neymar por ofensa a ábitro
REFORMA
Devedores contumazes da União poderão ter CNPJ cancelado
UEMS
Curso de Libras Básico I abre inscrições na próxima segunda-feira
DANOS MORAIS
Justiça condena promotor a indenizar ex-presidente Lula em R$ 60 mil
JUSTIÇA
Shopping é condenado por danos morais em acusação falsa de furto
FÁTIMA DO SUL
Mulher é presa acusada de simulou sequestro para a própria família
TECNOLOGIA
Anatel inicia bloqueio de celulares 'piratas' em 15 estados no domingo
CAPITAL
Homem tenta matar a irmã com golpes de facão e acaba preso

Mais Lidas

HU
Dengue hemorrágica causa morte de menino de 11 anos em Dourados
LUTO
Fundadora da ADL, Ruth Hellman morre em Dourados
DOURADOS
Protesto contra a Reforma da Previdência leva centenas ao Centro
DOURADOS
Trio que matou e roubou cabeleireiro é condenado a 62 anos de cadeia