Menu
Busca segunda, 16 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Marido defende professora que fez sexo com 5 estudantes

20 maio 2011 - 16h05

O norte-americano Christopher Colleps saiu em defesa de sua mulher, a professora Brittni Colleps, de 27 anos, que foi presa na segunda-feira (16) em Kennedale, no estado do Texas (EUA), acusada de manter relações sexuais com cinco estudantes maiores de idade entre abril e maio de 2011.

Segundo reportagem da emissora de TV "WFAA", Christopher disse que tem sido atacado e alvo de brincadeiras desde que sua mulher foi detida.

O marido disse que vai ficar ao lado Brittni, apesar das acusações. "Ela é uma pessoa amável e leal", disse ele, destacando que Brittni é uma mãe amorosa.
Brittni começou a ser investigada depois que boatos sobre suas aventuras sexuais começaram a circular na escola.

A direção da escola chamou a polícia. Ela foi detida por manter relações inapropriadas com os estudantes.As leis locais proíbem os professores de ter relações sexuais com estudantes, não importa qual seja a idade. Brittni Colleps foi levada para a cadeia e liberada depois de pagar uma fiança de US$ 125 mil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEXY
Viviane Araújo arrasa em ensaio só de lingerie transparente
AMAMBAI
Ciclista fratura cabeça em queda e morre no meio da rua
DOURADOS
PF ministra curso de direção operacional a novos guardas
LEGISLATIVO DE MS
De recesso nas sessões ordinárias, AL faz homenagem ao líder da Sukyo Mahikari
DOURADOS
Celular roubado no ano passado é recuperado próximo a Ceim
BARBÁRIE
Mulher é morta a facadas em Amambai
REGIÃO DO PANTANAL
Vacinação contra febre aftosa termina nos próximos dias
ÉÉÉ CAMPEÃOOO
França bate Croácia e fica com o bi mundial
SAÚDE
Saiba como se prevenir contra as doenças do inverno
UFGD
Inscrições de trabalho para Encontro de pesquisadores terminam hoje

Mais Lidas

RESIDENCIAL BONANZA
Homem atropela casal em Dourados após ser contrariado
DOURADOS
Homem é atropelado após “roletar” avenida com bicicleta motorizada
MS-156
Rapaz morre após ser atropelado duas vezes em rodovia
PEDRO JUAN
Troca de tiros deixa 3 pessoas feridas na fronteira